Pescas / Conservas

Mais de 200 milhões de europeus vivem nas zonas costeiras

Os setores tradicionais da economia azul europeia (recursos vivos marinhos, extração marinha de recursos não vivos, transporte marítimo, atividades portuárias, construção naval e reparação e turismo costeiro) geraram 180 mil milhões de euros de Valor Acrescentado Bruto, concluiu o relatório da Comissão Europeia, apresentado âmbito do Dia Marítimo Europeu, que se celebra em Lisboa.

Bruxelas anuncia novo mecanismo de apoio a startups e PME do mar

Apesar de não querer “falar muito sobre” sobre este mecanismo, o comissário europeu adiantou que a ferramenta de assistência técnica estará operacional ainda antes do verão.

Ministra do Mar: “Portugal não pode pescar a sardinha que não tem”

Os pescadores defendem que seja aplicada uma quota de pesca de sardinha de 15 mil toneladas para este ano: “Esses valores são impossíveis”, respondeu a ministra do Mar.

Espanha e França pescaram 92% do atum apanhado na União Europeia

A Espanha e a França são responsáveis por 92% do atum pescado na União Europeia, em 2017. Segundo o Eurostat, esse valor traduz-se em cerca de 400 mil toneladas.

Primeiro-ministro anuncia investimento de 23 milhões para o setor das pescas

“Nos últimos três anos, investimos cerca de 22 milhões de euros nos nossos portos piscatórios e, até ao final do ano, serão investidos mais 23 milhões de euros em diversas intervenções, não só em dragagens, mas também na criação de melhores condições de trabalho para os pescadores”, disse António Costa.

Peixe comprado em lota atingiu valor mais alto de sempre

O valor médio do peixe vendido nas 22 lotas e 37 postos da Docapesca subiu 0,9% em 2018, em comparação com o ano anterior, atingindo 2,06 euros por quilo, o valor mais elevado desde que há registos.
Ver mais artigos