ECB member raises doubts about the extension of the PEPP flexibility criteria to other programs

Yves Mersch, membro da Comissão Executiva e vice-presidente do Conselho de Supervisão do Banco Central Europeu (BCE), recorda que o programa de compra de ativos de emergência é temporário e diz que “a flexibilidade irrestrita também aumenta o risco de arbitrariedade”.

Yves Mersch, member of the Executive Committee and Vice Chairman of the Supervisory Board of the European Central Bank (ECB), does not commit to extending the flexibility criteria of the pandemic emergency asset purchase program (PEPP) to other programs purchase of assets, alerting to the exceptionality of the program and to the rules of the jurisdictions.

“Posso dizer que analisamos permanentemente todos os desenvolvimentos. O PEPP foi criado, antes de mais, para ser um suporte para assegurar a transmissão suave das nossas decisões de política monetária e para ser um suporte para dar liquidez”, disse Yves Mersch, em entrevista à Bloomberg, publicada também esta terça-feira, no site do BCE.

Questionado sobre a possibilidade do banco central ponderar rever o PEPP e se os critérios de flexibilidade deverão ser estendidos aos outros programas, Yves Mersch vincou que “como membro da Comissão Executiva não tenho conhecimento de tal evolução”, mas explicou que o programa “é um instrumento de emergência criado por causa da pandemia” e de “carácter temporário”.

Realçado que “é claro que se pode estender o carácter temporário”, sublinhou que, no entanto, “a pandemia não irá durar para sempre”.

“A flexibilidade irrestrita também aumenta o risco de arbitrariedade. E para limitar a arbitrariedade das instituições, temos o escrutínio das jurisdições”, frisou, recordando que o BCE têm defendido estar a respeitar as linhas vermelhas dos Tratados nos programas de compra de ativos.

“Se agora dizemos que temos instrumentos de emergência que não precisam respeitar essas restrições e os usamos agora também nos nossos procedimentos normais, não sei o que as mesmas jurisdições diriam na sua futura avaliações”, acrescentou.

This week, the Financial Times (FT) said that the ECB would be preparing a review of the PEPP, namely on its duration and the flexibility criteria, citing two members of the Board of Governors,

“Ter essa flexibilidade extra tem sido muito útil”, disse um dos membros do Conselho, ao diário britânico, enquanto o BCE não comentou a possibilidade, que poderá ser discutida na próxima reunião do banco central, em outubro. O outro membro do Conselho ouvido pelo FT adianta que a revisão se irá debruçar se o BCE deverá deixar de usar o PEPP e se concentrar em aumentar a escala dos outros programas de compra de ativos, enquanto os poderia dotar de uma flexibilidade extra.

“Pode ser mais fácil para alguns bancos centrais nacionais aceitar uma expansão do programa tradicional de compra de ativos em vez do PEPP”, frisou o mesmo membro.

Read more

Recommended

Lisbon stock exchange on negative ground in line with European markets

Novabase, Mota-Engil, CTT and BCP are falling more than 1% on the Lisbon stock exchange this Thursday.

Wall Street closes down as stimulus package talks drag on

Snap technology shot up more than 28% at the close of Wednesday's session, to $ 36,50, after reporting its third quarter results. The Snapchat owner had a 52,10% year-on-year increase in revenue to $ 678,7 million.

CTT and Galp lead losses on the Lisbon stock exchange. Europe closes in fall with Lagarde alerts

"The sentencing of the ECB president was punished by the sentiment that the unexpected increase in infections is a" clear risk "for the economic prospects in the region, as the outbreak continues to spread in Europe and countries increase restrictions", says the market analyst at Millennium bcp.
Comments