Aeroporto Internacional Pablo Neruda: a proposta que está a gerar controvérsia no Chile

O aeroporto da capital chilena, por enquanto, ainda tem o nome de Comodoro Arturo Merino Benítez, considerado o pai da aviação no Chile. Acresce ainda, na contra-argumentação, que a mudança no nome acarreta custos financeiros ainda por apurar.

Pablo Neruda (esquerda) com Salvador Allende (direita) | Foto: Wikimedia Commons

A ideia é antiga mas, agora, que foi retomada no congresso chileno está a gerar controvérsia. Uma moção parlamentar que propõe nomear o aeroporto internacional de Santiago, capital do Chile, com o nome do poeta Pablo Neruda (1904-1973), Nobel da Literatura, levou grupos feministas a criticarem a ideia, alegando que o escritor teria um mau comportamento entre as mulheres, incluindo o abandono de uma filha doente e um episódio de abuso sexual relatado no livro póstumo de memórias do autor, “Confesso que Vivi”. Estes grupos de mulheres propõe, em contrapartida, o nome da poetisa e também Nobel da Literatura Gabriela Mistral.

Pablo Neruda é um dos intelectuais chilenos mais conhecidos em todo o mundo e o projeto de dar o seu nome ao aeroporto da capital remonta a 2011. No texto da moção parlamentar lê-se que“o grande poeta chileno é considerado um dos melhores e mais influentes do seu século, sendo chamado pelo romancista Gabriel García Márquez de o maior poeta do século XX em qualquer idioma” – o que para os proponentes é mais do que motivo para rebatizar o aeroporto. Mas, desde que a iniciativa foi retomada no mês de novembro, organizações feministas têm feito campanha contra a ideia, argumentando que tal daria uma má imagem do país.

A crítica de grupos feministas nasceu do polémico texto no livro “Confesso que Vivi”, onde Pablo Neruda relata como forçou uma jovem empregada doméstica a ter relaçõe sexuais com ele, duranta a sua estada em Ceilão (atual Sri Lanka), quando desempenhou um cargo de representação diplomática pelo Chile. Neruda conta que sentiu-se ignorado e que levou a jovem para o seu quarto para um encontro que considerou “como o de um homem e uma estátua”.

“Ela manteve os olhos bem abertos o tempo todo, completamente inconsciente”, lê-se no livro de memórias do autor publicado postumamente, em 1974.

De acordo com o “El País”, entre aqueles que criticam Neruda está a jornalista e deputada do Partido Humanista Pamela Jiles, que afirmou recentemente: “Os tempos não estão para homenagear um abusador de mulheres, que abandonou a filha doente e confessou um estupro, ainda menos como imagem do país”.

Jiles é uma das personalidades que defende, como alternativa, a atribuição do nome de Gabriela Mistral ao aeroporto.

Além da suposta agressão sexual, Neruda está marcado pela história da sua filha, Malva Marina. Segundo o jornal espanhol, a poetisa holandesa Hagan Peeters, relata, numa obra titulada de “Malva”, que a filha de Neruda nasceu em 1934 com hidrocefalia e morreu aos oito anos, abandonada pelo pai. A história foi divulgada em 2016 e nessa altura a Fundação Pablo Neruda, que conserva espólio e promove o legado literário do poeta chileno, defendeu a imagem do escritor.

Numa nota, então, divulgada, a Fundação Pablo Neruda afirma que “Neruda foi ver a filha na última vez que pôde fazê-lo, em 1939, na última viagem que pôde fazer à Europa, para embarcar os republicanos espanhóis no Winnipeg [nome do barco que levou numa só travessia mais de dois mil espanhóis exilados desde Espanha para a América do Sul, em 1939, durante a Guerra Civil espanhol”.

Atualmente, a controvérsia está no auge no Chile, embora ainda nada tenha sido decidido. Para nomear o aeroporto internacional de Santiago do Chile com o nome de Neruda, a proposta tem de ser aprovada no congresso. Isto é, primeiro terá de ser aprovada na Câmara dos Deputadas, a câmara baixa do congresso, e só depois subirá ao Senado, para apreciação e eventual aprovação.

O aeroporto da capital chilena, por enquanto, ainda tem o nome de Comodoro Arturo Merino Benítez, considerado o pai da aviação no Chile. Acresce ainda, na contra-argumentação, que a mudança no nome acarreta custos financeiros ainda por apurar.

Pablo Neruda foi uma importante figura intelectual e política no Chile, no século XX. Foi militante do partido comunista chileno, desempenhou o cargos diplomáticos e foi senador. Chegou a posicionar-se para uma corrida eleitoral à presidência do Chile, mas acabou por desistir em detrimento da candidatura de Slavador Allende.

 

 

Ler mais
Recomendadas

Google suspende negócios com a Huawei após lista negra de Trump

A Huawei vai perder imediatamente acesso a atualizações do sistema operativo Android, e a próxima versão dos seus smartphones fora da China vai também perder acesso a aplicações e servios, incluindo o Google Play Store e o Gmail app.

Arábia Saudita e Emirados “preocupados” com eventual subida dos ‘stocks’ de petróleo

“Nenhum de nós quer ver os stocks novamente a aumentar, temos de ser cautelosos”, disse o ministro da Economia da Arábia Saudita, referindo-se à situação no final de 2018 que levou a uma quebra acentuada do preço do “ouro negro” no mercado internacional.

Europeias: Timmermans diz que socialistas nunca irão aliar-se à extrema-direita

O candidato dos socialistas europeus também defendeu a “redução da diferença salarial entre mulheres e homens, atualmente na ordem dos 16%”, bem como o estabelecimento “de salários mínimos” para toda a UE, que seriam fixados em 60% do salário médio verificado em cada Estado-membro.
Comentários