Afinal ainda não é desta que o desemprego desce abaixo de 10%

INE contraria expetativas do Governo e aponta para taxa de 10,1% no primeiro trimestre. Valor abaixo da barreira psicológica dos 10% não é atingido desde o Verão de 2009.

Hugo Correia/Reuters

A taxa de desemprego em Portugal caiu para 10,1% no primeiro trimestre deste ano, revelou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE). No quarto trimestre do ano passado, a taxa de desemprego tinha ficado em 10,5%.

As mais recentes estimativas provisórias mensais do INE indiciavam que o patamar abaixo dos 10% poderia ser atingido já neste trimestre. O organismo de estatística tinha indicado que a taxa de desemprego de fevereiro e março ficou em 9,8%.

O próprio ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, admitiu na terça terça-feira que a taxa de desemprego deveria ficar abaixo dos 10%, graças “à forte criação de emprego”.

A última vez que o desemprego esteve abaixo de 10% foi no terceiro trimestre de 2009.

 

Recomendadas

Carga fiscal em Portugal subiu para 35,4% do PIB em 2018

A carga fiscal em Portugal subiu dos 34,3% do PIB em 2017 para os 35,4% em 2018, o valor mais elevado desde 2000, acima da média dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

Metade das rendas do programa de rendas acessíveis estão abaixo dos 500 euros

O Governo espera dentro de dois anos que 20% dos contratos de arrendamento firmados serão feitos no âmbito do PAA. A maioria dos contratos estão a ser assinados em Lisboa, diz a tutela.

Portugal cresce acima da zona euro que estabilizou no terceiro trimestre

A contribuir para esta evolução esteve o aumento de 0,5% do consumo das famílias na zona euro e na União Europeia a 28, enquanto o investimento avançou 0,3%, uma queda abrupta após ter aumentado 5,7% na zona euro e 4,3% na UE28 no trimestre anterior.
Comentários