Agricultura: Guiné Equatorial ‘abre a porta’ a investimento português

Embaixador da Guiné Equatorial salientou a “grande experiência” portuguesa na agricultura. “Abrimos a porta à população portuguesa para poder contribuir e participar”, acrescentou.

A Guiné Equatorial quer atrair portugueses para investirem na agricultura do país, no âmbito da estratégia do governo da Guiné Equatorial de diversificar a economia, fortemente dependente do petróleo.

“A agricultura é um setor prioritário para a diversificação económica da Guiné Equatorial”, disse o embaixador da Guiné Equatorial em Lisboa, Tito Mba Ada, citado pela Lusa, após reunião com o ministro da Agricultura Luís Capoulas Santos.

O embaixador da Guiné Equatorial salientou a “grande experiência” portuguesa na agricultura. “Abrimos a porta à população portuguesa para poder contribuir e participar”, acrescentou.

“Temos ananás muito bom, temos plantas tropicais que têm fins medicinais”. frisou ainda Tito Mba Ada.

A Guiné Equatorial faz parte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), desde 2014.

Recomendadas

Alívio do IRS é única promessa feita por todos

Todos os partidos defendem menos IRS para rendimentos médios e baixos. Noutros impostos há reduções para todos os gostos e más notícias paraos mais ricos. Mas esquerda e direita chegam a ter propostas semelhantes.

PremiumFisco avança com execuções a 500 advogados com dívidas à Ordem

Advogados que tenham quotas em atraso e não pagarem voluntariamente podem ser alvo de ações executivas. Já foram formalizadas 500 execuções fiscais junto da AT nas duas mil interpelações feitas pela Ordem.

Investimento chinês captado por vistos gold cai 16% até agosto e o de origem brasileira sobe 41%

O investimento por via de Autorizações de Residência para Atividade de Investimento subiu 80,6% em agosto, face a igual período de 2018, para 82,5 milhões de euros.
Comentários