Air France-KLM espera atingir um milhão de passageiros em 2019

A empresa aérea franco-neerlandesa vai prosseguir a sua estratégia de consolidação no mercado português, mantendo este inverno a mesma oferta que tinha disponível no período homólogo.

Cristina Bernardo

O grupo Air France-KLM espera vir a ultrapassar a fasquia de um milhão de passageiros transportados no próximo ano com as duas companhias. A empresa aérea franco-neerlandesa vai prosseguir a sua estratégia de consolidação no mercado português, mantendo este inverno a mesma oferta que tinha disponível no período homólogo.

Após um crescimento de 13% em capacidade de lugares-quilómetros em 2018, propõe aos clientes que viajam de Portugal uma extensa rede de 314 destinos em 116 países, em todos os continentes, com hubs em Paris-CDG e Amesterdão-Schiphol. A oferta deste inverno inclui mais 290 voos por semana semana, para 22 rotas, fruto de um aprofundamento da oferta em conjunto com a Delta Air Lines.

Boris Darceaux, diretor-geral da Air France-KLM para Espanha e Portugal, sublinha que “Portugal é um mercado-chave para o Grupo Air France-KLM no Sul da Europa”. “O Grupo tem acompanhado o crescimento turístico e comercial do país nos últimos anos. Após um forte crescimento de 37% na oferta o passado Inverno, o Grupo mantém a sua oferta durante a presente época, esperando atingir um milhão de passageiros em Portugal em 2019”, afirma.

Oferta da Air France-KLM em Portugal no Inverno 2018-19:

A partir de Lisboa

  • Amesterdão-Schiphol: 14 voos semanais com a KLM e 7 com a Transavia;
  • Paris-Charles de Gaulle: 28 voos semanais com a Joon;
  • Eindhoven: 3 voos semanais com a Transavia;
  • Nova Iorque-JFK: 5 voos semanais com a Delta Air Lines (novo no Inverno);
  • Lyon: 3 voos semanais com a Transavia;
  • Nantes: 6 voos semanais com a Transavia;
  • Paris-Orly: 21 voos semanais com a Transavia;
  • Roterdão: 2 voos semanais com a Transavia.

A partir de Porto

  • Amesterdão-Schiphol: 7 voos semanais com a KLM e 6 com a Transavia;
  • Paris-Charles de Gaulle: 3 voos semanais com a Joon;
  • Lyon: 3 voos semanais com a Transavia;
  • Nantes: 4 voos semanais com a Transavia;
  • Paris-Orly: 31 voos semanais com a Transavia.

A partir de Faro

  • Amesterdão-Schiphol: 9 voos semanais com a Transavia;
  • Eindhoven: 3 voos semanais com a Transavia;
  • Nantes: 2 voos semanais com a Transavia;
  • Paris-Orly: 5 voos semanais com a Transavia;
  • Roterdão: 8 voos semanais com a Transavia.

A partir do Funchal

  • Amesterdão-Schiphol: 4 voos semanais com a Transavia;
  • Lyon: 1 voo semanal com a Transavia;
  • Nantes: 1 voos semanais com a Transavia;
  • Paris-Orly: 8 voos semanais com a Transavia.
Ler mais
Relacionadas

Air France e Booking anunciam nova parceria

Os clientes do grupo de aviação podem, a partir de agora, reservar ‘online’ hotéis e alojamentos mais facilmente com o Boking.com via uma página dedicada no ‘site’ da Air France.

A sua bagagem de mão tem o tamanho certo para ir no avião? App da KLM responde

A KLM Royal Dutch Airlines criou uma aplicação que utiliza a Realidade Aumentada e permite ao passageiro verificar em casa se a sua bagagem cumpre os requisitos pedidos para evitar stress no aeroporto.
Recomendadas

Google suspende negócios com a Huawei após lista negra de Trump

A Huawei vai perder imediatamente acesso a atualizações do sistema operativo Android, e a próxima versão dos seus smartphones fora da China vai também perder acesso a aplicações e servios, incluindo o Google Play Store e o Gmail app.

Empresas do vinho do Porto satisfeitas com devolução de diploma sobre Casa do Douro

Criada em 1932 para defender os viticultores e a viticultura duriense na mais antiga região regulamentada e demarcada do mundo, a Casa do Douro foi perdendo atribuições até que a sua dimensão pública foi extinta em dezembro de 2014, no Governo PSD/CDS-PP, e a sua gestão entregue a uma organização privada, a Federação Renovação do Douro.

Cellnex e DST/Cube avançam para compra da fibra óptica da MEO

Há três candidatos que se preparam para avançar com propostas vinculativas para comprar a rede de fibra ótica da Meo. Entre eles a espanhola Cellnex e a DST em parceria com o Fundo Cube.
Comentários