Al Gore ‘substitui’ Barack Obama no Climate Change Leadership Porto

O Prémio Nobel e ex-vice-presidente dos Estados Unidos estará no Porto em março para uma conferência focada nos desafios que as alterações climatéricas representam para a indústria mundial do vinho.

O vinho é o produto agrícola com o maior número de marcas activas a nível mundial, assumindo, por outro lado, uma importância social inegável tanto em termos dos produtores como dos consumidores. O lado mau deste importante setor é que está particularmente exposto às alterações climatéricas – o que o coloca na linha da frente do embate que essas alterações já estão a motivar.

Com o Prémio Nobel e ex-vice-presidente dos Estados Unidos Al Gore como orador principal, a conferência internacional Climate Change Leadership – Solutions for the Wine Industry será um fórum onde a indústria poderá discutir e partilhar experiências pessoais e soluções práticas de curto e longo prazo para mitigar os impactos de um clima em mudança, revela a organização em comunicado. Al Gore substitui assim o mais importante orador da reunião deste ano, o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama.

Esta conferência permitirá que todos os setores da indústria do vinho “trabalhem em conjunto para garantir um futuro seguro e sustentável, compreendendo melhor o nosso papel nas alterações climáticas e reduzindo o impacto coletivo”.

De 5 e 7 de março de 2019, no Centro de Conferências de Alfândega e no Coliseu, oradores de renome internacional “vão partilhar as suas pesquisas e experiências práticas e discutir estratégias que estão a implementar para reduzir os efeitos das alterações climáticas”. Os oradores confirmados são Miguel Torres, Gérard Bertrand, Cristina Mariani May, o professor Roger Boulton (da UC-Davis), António Amorim, o climatologista Greg Jones, o suíço José Vouillamoz, Cindy de Vries (da Fetzer Vineyards), Álvaro Gonzalez (da Concha y Toro), Heinrich Schloms (da África do Sul), Jaime Gramona (de Espanha), Joël Rochard (de França), Jamie Goode e Linda Johnson-Bell (da Grã-Bretanha) entre muitos outros.

“O objectivo da conferência Climate Change Leadership é discutir ideias concretas, partilhar experiências reais e fornecer soluções efectivas, que foram testadas e funcionam independente da escala. Concentrar-se-á em exemplos reais que as empresas estão a implementar para mitigar as alterações climáticas”, refere Adrian Bridge, CEO da Taylor’s, o principal organizador do evento.

“Não há tempo nem necessidade de reinventar as coisas. Se partilharmos os nossos sucessos e experiências, todos vamos beneficiar. Este é o objectivo do Porto Protocol, que compromete os seus participantes a adoptar e promover acções concretas, ainda que pequenas, para ajudar a reduzir o impacto de um clima em mudança. Embora esta importante iniciativa global reconheça que a indústria do vinho está excepcionalmente bem posicionada para assumir um papel de liderança na mitigação das alterações climáticas, o Porto Protocol congratula-se com a participação de instituições, empresas e indivíduos de todas as áreas de actividade.”

Climate Change Leadership Porto – Solutions for the Wine Industry Porto 2019 também contará com uma extensa área de exposição no Centro de Conferências de Alfândega, um acrescento ao que sucedeu este ano, onde patrocinadores e expositores poderão expor os seus produtos e serviços, assim como as suas iniciativas para mitigar e adaptar às alterações climáticas, a aproximadamente 700 delegados de mais de 50 países.

Ler mais
Relacionadas

‘Cocktails’ de petróleo servidos no Porto em protesto anti-Obama

“A nossa ação foi em forma de denúncia dos temas que estão a ser debatidos na cimeira do clima e para a qual Barack Obama foi convidado, não esquecendo que, durante a sua administração, os Estados Unidos tornaram-se o maior produtor de combustíveis fósseis”, frisou um ativista da Climáximo.

Obama no Porto: e o nome do culpado é…?

A antigo presidente dos Estados Unidos Barack Obama desfez as opções do seu sucessor em matéria de alterações climatéricas e de economia verde. Mas não o nomeou uma única vez. Uma hora depois saiu sem se encontrar oficialmente com nenhum governante português, ao contrário do que sucedeu de manhã em Madrid.

Respostas Rápidas: o que vem fazer ao Porto o antigo presidente Obama?

Barack Obama estará esta sexta-feira no Porto – chega de Espanha durante a manhã – para uma curta visita e uma conferência que será seguida por um número restrito de convidados.
Recomendadas

Fundo Ambiental apoia investimentos na descarbonização da logística

O ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, vai presidir amanhã, dia 20 de novembro, à cerimónia de assinatura dos contratos.

Quercus denuncia “quantidade massiva” de plantas aquáticas no Tejo Internacional

A associação ambientalista Quercus denunciou hoje a presença anormal e uma “quantidade massiva” de uma planta aquática ao largo de vários quilómetros no troço internacional do Tejo e nos seus afluentes Ponsul e Aravil, no distrito de Castelo Branco.

China, Rússia e Canadá poderão impulsionar catástrofe ambiental, revela novo estudo

O estudo que avalia a ambição de cada nação em reduzir as emissões de gases revela que as políticas ambientais da China, Rússia e Canadá poderão levar o Mundo a uma catástrofe ambiental. Estes países revelam temperaturas acima do 5ºC.
Comentários