Alberto Carvalho: “A FIN serve para Portugal passar a estar no centro”

A AJEPC, liderada por Alberto Carvalho Neto, realiza a edição deste ano da Feira Internacional de Negócios com participações vindas de três continentes. O evento tem início hoje Vicente Fox, ex-presidente do México, é um dos presentes.

A edição de 2018 da Feira Internacional de Negócios (FIN) inicia-se esta quinta-feira, 14 de junho, na Exponor, em Matosinhos. Alberto Carvalho Neto, líder pela Associação de Jovens Empresários Portugal – China (AJEPC), responsável pelo evento, em parceria com a Federação Sino PLPE, acredita que este é “um projeto onde a língua portuguesa acaba por ser um fator de internacionalização”.

Ao Jornal Económico, o empresário e dirigente associativo explicou que o encontro faz parte de um projeto a 10 anos da AJEPC, com o mote “Três eventos, Três Continentes em Português”. No fundo, trata-se de uma triangulação em três feiras: a FIN no Porto, a PLPEX (Países de Língua Portuguesa Exportador), que se realiza no mês de outubro em Macau e a edição da FIN Brasil, que decorreu em março. Alberto Carvalho Neto descreve estes três eventos como estando “bem balizados no tempo, para que consigamos arranjar um programa cronológico onde os empresários das esferas da Europa, África, e América do Sul saibam exatamente onde se reunir para discutir projetos”.

O responsável salienta que “a ideia é concentrar e promover Portugal de acordo com a diplomacia económica e também da sua posição geoestratégica e geopolítica, para apoiar também estes países na negociação da sua relação com a China”.

O programa da FIN 2018 inclui várias iniciativas e irá contar com a presença de grupos de empresários da União Europeia (UE) mas também da América-Latina, com representantes do Brasil e México.

“Acima de tudo tentamos criar um ambiente de negócio de network, que tente unir um pouco mais os dois lados do Atlântico, fazendo com que Portugal deixe de ser um país lateral, ou bastante afastado do centro da União Europeia, para passarmos a ser o centro desta relação”, refere.

Dos 60 oradores que vão participar na edição deste ano da FIN, o destaque vai para as presenças de Maickel Melamed, economista que já foi embaixador da Boa Vontade das Nações Unidas e Vicente Fox Quesada, antigo Presidente do México, entre 2000 e 2006.

Uma das grandes novidades da FIN 2018 é o “One-to-One”. Esta ação permite que as empresas que se inscrevam na Feira Internacional de Negócios possam candidatar-se para reunir com empresários, ou oradores que normalmente não estão acessíveis, explicando o porquê de quererem essa reunião. Caso sejam escolhidos, terão uma conversa privada durante 10/20 minutos. “Acaba por ser bastante bom para quem esteja à procura de um investimento, ou queira exportar os seus produtos” salienta Alberto Carvalho Neto.