Albinen, a aldeia suíça que quer pagar a quem se mudar para lá

A população da aldeia suíça de Albinen votará num referendo a medida que visa combater a desertificação da aldeia.

Os habitantes da aldeia suíça de Albinen vão votar num referendo uma proposta de atribuição de um subsídio a quem queira passar a residir nessa povoação.

Famílias que queiram comprar ou construir casa em Albinen poderão receber 25 mil francos por adulto e 10 mil por criança, desde que tenham menos de 45 anos, fiquem por 10 anos, que Albinen seja a sua principal residência, e a sua casa valha pelo menos 200 mil francos.

Nos últimos anos, a população da aldeia tem vindo a diminuir, ao ponto da escola local ter fechado por não ter crianças suficientes a frequentá-la.

“É um investimento no futuro da aldeia”, disseram as autoridades locais numa newsletter em defesa da iniciativa.

 

Recomendadas

Angela Merkel e Boris Johnson consideram prematuro regresso da Rússia ao G7

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disseram esta quarta-feira em Berlim ser prematuro considerar o regresso da Rússia ao G7, uma ideia avançada pelo Presidente norte-americano, Donald Trump.

Oposição venezuelana anuncia nova fase de mais pressão contra o regime

O presidente do parlamento venezuelano, Juan Guaidó, disse esta quarta-feira que a oposição tem mantido conversações com o governo dos Estados Unidos e anunciou que chegou o momento de pressionar mais o regime liderado por Nicolás Maduro.

António Guterres participa na cimeira do G7 e intervém sobre biodiversidade e oceanos

O secretário-geral das Nações Unidas vai participar na cimeira do G7, seguindo depois para uma conferência sobre o desenvolvimento africano, no Japão, e ficará três dias na República Democrática do Congo para mobilizar apoio contra a epidemia de Ébola.
Comentários