Alojamento local mais rentável no país poderá gerar mais de 100 mil euros este ano

Os maiores proprietários encontram-se nas cidades de Lisboa e do Porto. O alojamento local subiu 76,5% em Lisboa e 126% no Porto, em comparação a dezembro de 2016.

As propriedades de alojamento local mais rentáveis de Lisboa e do Porto poderão faturar mais de cem mil euros só em 2017. O alojamento local subiu 76,5% em Lisboa e 126% no Porto, em comparação a dezembro de 2016, de acordo com os dados do Airbnb, divulgados esta sexta-feira pelo “Diário de Notícias”.

Segundo a plataforma de estatísticas da empresa, a AirDNA, a ‘Cidade Invicta’ é a mais cara de Portugal na passagem de ano, uma vez que o preço médio praticado no réveillon é de 113 euros em Lisboa e de 129 euros no Porto. O boom turístico e a época festiva fazem com que os preços das acomodações subam exponencialmente.

O presidente da Associação do Alojamento Local, Eduardo Miranda, explicou ao matutino que é “normal a subida de preços numa altura de maior procura como a passagem de ano” e que “é a semana entre o Natal e o Ano Novo que salva a rentabilidade dos meses de dezembro e de janeiro”.

Como exemplifica o DN, uma casa de luxo com terraço perto da Basílica da Estrela, em Lisboa, irá render este ano 190.250 euros e uma moradia na Baixa do Porto vai faturar 124.826 euros. Porém, o responsável da associação enfatiza que os dados tratados automaticamente pelo AirDNA geram “erros de perceção no caso português”, dado que “somam as taxas extra, como as de limpeza ou de late check-out à tarifa média”.

Relacionadas

As melhores propostas em Lisboa e no Porto para dar as boas-vindas a 2018 em festa

Entre festas temáticas, jantares de gala e noites de luxo em hotéis fique a conhecer algumas sugestões de programas na cidade invicta e da capital para que possa receber 2018 com o pé direito.

Perto de seis mil pessoas assinam petição a favor do alojamento local em Portugal

Lançada na sexta-feira, a petição pública está disponível ‘online’, tendo arrecadado até às 12:30 de hoje 5.762 assinaturas.
Recomendadas

Manuel Pinho volta à comissão de inquérito de Energia a 20 de dezembro

O antigo governante propôs as datas de 18, 19 e 20 de dezembro e a comissão parlamentar de inquérito às rendas excessivas da energia escolheu a última.

“Bolachas Ronaldo”. Café português no Reino Unido envolto em polémica

Relação das bolachas ao alegado caso de violação que envolve, nos Estados Unidos, o futebolista português Cristiano Ronaldo desencadeou uma série de comentários negativos.

António Costa sobre OE2019: “Reduz défice, dívida e aumenta investimento público”

Primeiro-ministro apresentou o OE2019 aos deputados socialistas e não poupou elogios ao documento: “este Orçamento melhora a vida dos portugueses”.
Comentários