ALTEAR: da vida da cidade à tranquilidade do lago e jardim

Elevar a vida das famílias portuguesas e proporcionar-lhes o conforto que tanto procuram, com modernos apartamentos e amplas vistas. É assim que a SOLYD está a conquistar a Alta de Lisboa, onde vai nascer “um novo centro dentro da cidade”.

Na Alta de Lisboa, já é possível avistar os primeiros contornos do novo empreendimento lançado em março pela SOLYD Property Developers, para dar uma nova vida à zona do Lumiar. ALTEAR foi o nome escolhido para identificar este novo projeto da promotora, que está alinhado com a promessa de oferecer aos moradores tudo aquilo que procuram para viver com serenidade e despreocupação. A ambição está em tornar o ALTEAR um verdadeiro centro dentro de Lisboa, onde a poucos metros de distância não irão faltar zonas de lazer, comércio, serviços e restauração.

O ALTEAR é composto por 10 edifícios inteiramente sustentáveis, cuja construção dos dois primeiros edifícios do LAGO ALTEAR já arrancou no passado mês de junho. O LAGO ALTEAR vai ser composto por 3 edifícios, cuja primeira fase de lançamento ocorreu no passado mês de março, com o início da comercialização dos primeiros 2 edifícios, num total de 101 apartamentos e 7 espaços comerciais, e do qual já é possível conhecer o andar-modelo. Com o LAGO ALTEAR vão nascer modernos apartamentos de T1 a T5, com amplas áreas que vão dos 91 aos 340 m2, excelentes acabamentos, cozinhas totalmente equipadas com eletrodomésticos de topo, acesso a ginásio e estacionamento e arrecadação privativos. À sua volta, a paisagem irá inspirar-se na tranquilidade e bem-estar da Natureza, com a zona envolvente do lago e do jardim, dos quais muitos dos apartamentos beneficiam de longas vistas.

A começar nos 250 000 euros, todos os apartamentos do LAGO ALTEAR foram concebidos a partir de materiais escolhidos para garantir o maior conforto do lar, resultando numa arquitetura moderna e acabamentos de excelência. Cada edifício beneficia de estrutura antissísmica de betão armado, lajes maciças e um núcleo central de rigidez reforçada. As fachadas são revestidas com reboco de isolamento térmico e caixilharia de alumínio com vidros duplos e caixa de ar, conferindo um excelente conforto térmico e acústico que, a par da climatização e do aquecimento de água, garantem a classificação energética A dos edifícios. Adicionalmente, a harmonia dos edifícios começa logo nos átrios de entrada, sendo estes compostos por uma área de receção totalmente decorada, com linhas contemporâneas e espaços de convívio exclusivos para moradores.

No andar-modelo, junto ao stand de vendas da SOLYD, no Lumiar, já é possível experienciar este conforto. Em colaboração com o Atelier DZINE & Co., a SOLYD procurou realçar cada traço arquitetónico do apartamento ao decorá-lo com um design elegante e sofisticado. O andar-modelo possui uma configuração de tipo T2, com carpintarias lacadas, pavimentos e revestimentos de parede de elevada qualidade e ar condicionado, bem como uma porta de alta segurança, roupeiros embutidos e casas de banho com louças e torneiras de marca de referência, representando alguns dos elementos que cada apartamento irá usufruir.

Para a zona da cozinha, foram escolhidos materiais nobres que refletem a qualidade do LAGO ALTEAR e que irão conviver com eletrodomésticos de primeira linha. Já os materiais escolhidos para os quartos resultam num ambiente elegante e de bem-estar, que, conjugados com uma palete sóbria, transformam os espaços em zonas convidativas para relaxar. Por outro lado, as áreas sociais foram pensadas de modo a aproveitar ao máximo a luminosidade natural e as amplas vistas e varandas dos apartamentos. Tudo para elevar a vida a cada minuto

Mais do que um espaço para morar, um lugar para viver

Recomendadas

Novo Banco confirma que a venda carteira de malparado Nata II foi autorizada pelo Fundo de Resolução

O banco confirma assim a notícia avançada hoje pelo Jornal Económico. O Novo Banco já registou nas contas a venda da carteira de malparado ao fundo Davidson Kempner.

Estas são as sugestões dos gestores de marketing para impulsionar a marca Portugal

O ‘think-thank’ Portugal Agora desafiou quatro gestores de Comunicação e Marketing a apresentar medidas para divulgar o país enquanto produto/marca. “Basta tirar peso e dar suporte às empresas para que possamos atrair talento e ideias. Já existem coisas soltas, mas é preciso juntar as várias peças e criar um espaço onde se reúna tudo: uma espécie de Alentejo tecnológico”, defendeu o responsável da Novabase.

PremiumFundo de Resolução autoriza venda do Nata II

Novo Banco já registou nas contas a venda da carteira de malparado ao fundo Davidson Kempner.
Comentários