Amanhã há greve nos comboios. Este site envia-lhe notificações sobre atrasos e cancelamentos

Quantas vezes correu para apanhar um comboio que se atrasou? Quanto tempo esperou pelos serviços mínimos das inúmeras greves de comboios? O novo “Suprimidos.pt” permite acompanhar em tempo real os comboios suprimidos e atrasados.

Rafael Marchante/Reuters

Se está cansado de esperar por comboios atrasados ou correr para apanhar um que foi suprimido, ficando (quase) sempre sem saber se vai chegar a tempo ao trabalho ou às aulas, então, esta pode ser a solução para si – pelo menos, para saber se tem de sair de casa mais cedo ou se, pelo contrário, pode ficar mais algum tempo na cama.

A nova plataforma Suprimidos.pt quer mudar a vida de milhares de pessoas que, diariamente, dependem dos comboios como meio de transporte para se deslocarem entre casa e o trabalho. Este site que permite-lhe acompanhar em tempo real quais os comboios que foram suprimidos e os que estão atrasados devido a perturbações na linha, plenários de colaboradores, protestos de funcionários, por exemplo.

A ferramenta para utilizadores da ferrovia nacional foi criada pelo fundador do Fogos.pt, que lança hoje a plataforma que o notifica em tempo real as supressões e atrasos, antecedendo uma nova greve dos comboios. A plataforma recolhe a informação do website das Infraestruturas de Portugal (IP) e disponibiliza de imediato no website e através de notificações.

O código do Suprimidos.pt está em open source, estando aberto a qualquer pessoa que se queira juntar à causa. O site desenvolveu também uma aplicação disponível para Android e, em breve, iOS.

Relacionadas

Greve dos comboios é esta sexta-feira e sem serviços mínimos

Hoje, a CP alertou para “fortes perturbações” na circulação de comboios na sexta-feira, devido à greve, prevendo supressões a nível nacional em todos os serviços.

Vai usar o comboio esta sexta-feira? Prepare-se para “fortes perturbações” e “supressões”

A transportadora refere que “não serão disponibilizados transportes alternativos” e que, “caso venham a ser definidos serviços mínimos pelo Tribunal Arbitral nomeado pelo Conselho Económico e Social”, atualizará a informação prestada aos passageiros.

Atrasos de voos na Europa: 2018 já está a ser o pior ano da década

Um estudo recente da consultora PriceWaterhouseCoopers (PwC), estima que o custo económico das greves de controladores aéreos na Europa entre 2010 e 2017 se tenha cifrado em 13,4 mil milhões de euros, continuando a crescer no presente ano.
Recomendadas

Conheça a chave vencedora do Euromilhões

Em jogo está um prémio no valor de 91 milhões de euros.

Saiu de casa e não desligou o computador? Pode fazê-lo remotamente

Com o Unified Remote pode usar o seu smartphone ou tablet para encerrar o computador mesmo que esteja no outro lado do mundo.

Mais de 10 anos após primeiras reivindicações ainda não há lei das tatuagens, alerta Deco

Nas visitas realizadas pela nossa equipa da revista PROTESTE a estúdios de tatuagens verificou-se que tatuar a pele de um menor sem a autorização dos pais não levanta qualquer constrangimento a muitos profissionais.
Comentários