Amazon compra empresa norte-americana de routers

São colocados em alguns minutos e cobrem todas as zonas da casa. Bezos ficou rendido aos equipamentos desta empresa norte-americana e fechou negócio por valores não especificados.

A Amazon comprou a empresa norte-americana Eero, pioneira no sistema de routers ligados entre si para melhorar a cobertura de Wi-Fi em casa, revela o jornal “Expansión”.

O anúncio foi feito pela Amazon em comunicado no qual a empresa não revelou nenhum detalhe sobre a operação. A empresa de Jeff Bezos destacou que os sistemas de Wi-Fi da Eero são colocados em alguns minutos e cobrem todas as zonas da casa.

“Estamos incrivelmente impressionados com a equipa da Eero e com a rapidez com que eles inventaram uma solução Wi-Fi que faz os dispositivos conectados funcionarem”, afirmou Dave Limp, vice-presidente da Amazon para a área de serviços tecnológicos.

Dave Limp referiu ainda que a Amazon tem “uma visão compartilhada de que a experiência de casas inteligentes pode ser mais fácil no futuro e estamos comprometidos em continuar a inovar para benefício dos nossos clientes”.

Já Nick Weaver, co-fundador e CEO da Eero, assumiu que a parceria com a Amazon permitirá que “os seus produtos e serviços atinjam mais clientes por todo o mundo”. Fundada em 2014 e com sede em São Francisco, a Eero permite que os seus clientes configurem o sistema em menos de dez minutos e, ao ligarem-se com a cloud, podem receber indicações e atualizações.

Recomendadas

Infraestruturas de Portugal diz que “sempre” esteve disponível para “exigências” da Altice

A Infraestruturas de Portugal (IP) disse hoje que “sempre mostrou disponibilidade para aceder às exigências colocadas pela Altice”, depois da empresa ter denunciado o contrato com a IPTelecom para o enterramento de cabos de telecomunicações.

Governo considera que não existem motivos para PCP e Bloco pedirem a fiscalização da lei laboral

O ministro do Trabalho defende que não há razões para os parceiros da geringonça pedirem ao Constitucional para avaliar as alterações ao Código do Trabalho.

Governo surpreendido com decisão da Altice de rescindir contrato com IP Telecom

O Ministério das Infraestruturas manifestou-se hoje surpreendido por a Altice ter rescindido o contrato com a IPTelecom para o enterramento de cabos, apontando que em 08 de agosto “foi possível chegar a um acordo entre partes”.
Comentários