Amazon compra empresa norte-americana de routers

São colocados em alguns minutos e cobrem todas as zonas da casa. Bezos ficou rendido aos equipamentos desta empresa norte-americana e fechou negócio por valores não especificados.

A Amazon comprou a empresa norte-americana Eero, pioneira no sistema de routers ligados entre si para melhorar a cobertura de Wi-Fi em casa, revela o jornal “Expansión”.

O anúncio foi feito pela Amazon em comunicado no qual a empresa não revelou nenhum detalhe sobre a operação. A empresa de Jeff Bezos destacou que os sistemas de Wi-Fi da Eero são colocados em alguns minutos e cobrem todas as zonas da casa.

“Estamos incrivelmente impressionados com a equipa da Eero e com a rapidez com que eles inventaram uma solução Wi-Fi que faz os dispositivos conectados funcionarem”, afirmou Dave Limp, vice-presidente da Amazon para a área de serviços tecnológicos.

Dave Limp referiu ainda que a Amazon tem “uma visão compartilhada de que a experiência de casas inteligentes pode ser mais fácil no futuro e estamos comprometidos em continuar a inovar para benefício dos nossos clientes”.

Já Nick Weaver, co-fundador e CEO da Eero, assumiu que a parceria com a Amazon permitirá que “os seus produtos e serviços atinjam mais clientes por todo o mundo”. Fundada em 2014 e com sede em São Francisco, a Eero permite que os seus clientes configurem o sistema em menos de dez minutos e, ao ligarem-se com a cloud, podem receber indicações e atualizações.

Recomendadas

Calçado vegan? Sim, também já há

Uma empresa da Póvoa de Lanhoso considera que nem mesmo uma indústria tradicional como o calçado precisa de recorrer a produtos que, do ponte de vista da sustentabilidade, não fazem sentido.

Crédito Agrícola elege nova administração a 25 de maio

A Caixa Central de Crédito Agrícola é responsável pela coordenação e supervisão das 80 Caixas de Crédito Agrícola Mútuo e é liderada por Licínio Pina desde 2013, há dois mandatos. O gestor trabalha no banco há mais de 30 anos.

Empresas começam projetos de inovação mas não conseguem acabar mais de metade

O excesso de projetos, a falta de liderança e a ausência de processos estão a bloquear o desenvolvimento das organizações mundiais, segundo o estudo “Having a successful innovation agenda”, elaborado pela multinacional Oracle.
Comentários