Antigo vice-diretor do FBI Andrew McCabe despedido a dois dias da reforma

A decisão foi tomada pelo Procurador-Geral dos Estados Unidos, Jeff Sessions, esta sexta-feira. Donald Trump celebrou no Twitter, dizendo que é “um grande dia para a democracia”.

Ler mais

O ex-vice-diretor do FBI Andrew McCabe, que renunciou ao cargo em janeiro mas continuou como funcionário da autoridade norte-americana, foi despedido, esta sexta-feira à noite. A decisão foi tomada pelo Procurador-Geral dos Estados Unidos, Jeff Sessions, a apenas dois dias de McCabe se reformar.

“Andrew McCabe DESPEDIDO, é um grande dia para os homens e mulheres trabalhadores do FBI – um grande dia para a democracia”, escreveu o presidente Donald Trump, no Twitter. “O hipócrita James Comey era o chefe dele e fez com que McCabe parecesse um menino de coro. Ele sabia tudo sobre as mentiras e a corrupção nos mais altos níveis do FBI”, acrescentou.

A demissão foi anunciada a apenas dois dias de McCabe completar 50 anos e ter acesso ao valor integral da reforma. Assim, vai sofrer um corte significativo. “Esta é a realidade: estou a ser isolado e tratado desta maneira pelo papel que tive, pelas decisões que tomei e pelo que presenciei após a demissão de James Comey”, reagiu McCabe num comunicado citado pelas agências internacionais.

Desde 2016, que McCabe tem sido alvo de críticas e acusações de parcialidade a favor dos democratas por parte do presidente dos EUA  Trump e de outros republicanos. Entre maio e agosto do ano passado, McCabe dirigiu interinamente o FBI entre maio e agosto de 2017, após Trump demitir Comey e antes da nomeação do atual diretor, Christopher Wray.

No entanto, acabou por ser despedido por ter apoiado a investigação à ingerência russa nas últimas eleições presidenciais no país. “[O despedimento] faz parte de um esforço sem precedentes da administração, dirigido pelo próprio presidente, para me afastar do cargo, destruir a minha reputação e possivelmente tirar-se a reforma, pela qual trabalhei por 21 anos”, acrescentou McCabe.

Relacionadas

‘Número dois’ do FBI demite-se após críticas de Donald Trump

Nos últimos meses, Andrew McCabe esteve no centro de tensões entre a Casa Branca e o FBI, agência várias vezes criticada pelo presidente dos Estados Unidos.
Recomendadas

China chama embaixador dos EUA após sanções impostas contra o Exército

Em causa estão a sanções impostas pelo Governo norte-americano ao Equipment Development Department (EDD), responsável pelas armas e equipamentos do exército chinês, e ao seu diretor, Li Shangfu, por ter comprado armamento à empresa Rosoboronexport, exportadora russa de armamento, que já havia sido sancionada por Washington.

Marcelo Rebelo de Sousa reúne-se com Guterres no domingo e discursa quarta-feira na ONU

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai encontrar-se com o secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, no domingo, em Nova Iorque, onde irá discursar na 73.ª sessão da Assembleia Geral desta organização, na quarta-feira.

OPEP reduz produção de petróleo face à queda da oferta iraniana devido às sanções dos EUA

Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) baixou a produção de petróleo no mês de agosto, já que as medidas norte-americanas arruinaram a tentativa de elevar a produção para os níveis acordados.
Comentários