Apreendidos três covos ilegais na Reserva Natural do Garajau

Os covos são armadilhas com engodo para pesca que são consideradas ilegais na Reserva do Garajau.

Uma equipa de vigilantes da natureza do Instituto das Florestas e Conservação da Natureza (IFCN) apreendeu três covos ilegais, que são armadilhas com engodo para pesca, que estavam localizados na Reserva Natural do Garajau.

A apreensão resultou de uma denúncia particular, que levou esta equipa de vigilantes a fazer uma busca em mergulho de apneia que veio a detectar os covos, que são considerados ilegais na Reserva do Garajau.

Não foi possível identificar os autores destes covos mas as armadilhas, refere o IFCN, vão ser destruídas.

A Reserva Parcial do Garajau estabelece uma área protegida que vai desde a Ponta do Lazareto até à Ponta da Oliveira.

 

Recomendadas

Simulacro na Madeira testa capacidade de resposta de plano de emergência

O cenário foi um incêndio num laboratório. O simulacro contou com a participação do Serviço Municipal de Protecção Civil do Funchal e com os Bombeiros Sapadores.

FEDER vai dar mais apoio às Regiões Ultraperiféricas

O Parlamento Europeu votou favoravelmente a passagem da taxa de cofinanciamento para as RUP de 70% para 80%.

Assembleia da Madeira aprova subida do salário mínimo regional para os 615 euros

O diploma foi aprovado pelos deputados do PSD, CDS-PP, JPP, PS e BE e a abstenção do PCP, PTP e deputado independente.
Comentários