Apreendidos três covos ilegais na Reserva Natural do Garajau

Os covos são armadilhas com engodo para pesca que são consideradas ilegais na Reserva do Garajau.

Uma equipa de vigilantes da natureza do Instituto das Florestas e Conservação da Natureza (IFCN) apreendeu três covos ilegais, que são armadilhas com engodo para pesca, que estavam localizados na Reserva Natural do Garajau.

A apreensão resultou de uma denúncia particular, que levou esta equipa de vigilantes a fazer uma busca em mergulho de apneia que veio a detectar os covos, que são considerados ilegais na Reserva do Garajau.

Não foi possível identificar os autores destes covos mas as armadilhas, refere o IFCN, vão ser destruídas.

A Reserva Parcial do Garajau estabelece uma área protegida que vai desde a Ponta do Lazareto até à Ponta da Oliveira.

 

Recomendadas

Madeira na linha da frente do crescimento da Anturio

Após ter duplicado a faturação na Região até setembro, a empresa de informática espera um disparo de até 50% em 2019. Novos produtos, contratações e uma fusão estão a ser preparados para acompanhar o crescimento, diz o CEO da empresa ao EM.

Alojamento e restauração lideram acidentes de trabalho na Madeira

O setor representou 17,9 dos acidentes de trabalho na Madeira.

Funchal: O que precisa de saber sobre as bolsas de estudo do ensino superior

Já foram efetuadas 606 candidaturas às bolsas de estudo universitárias atribuídas pela Câmara Municipal do Funchal. Este apoio está disponível para quem tem residência no município e estuda na Madeira, Continente, Açores, ou no Estrangeiro. Está orçamentada uma verba de 1,4 milhões de euros.
Comentários