Aprenda a gerir melhor o dinheiro com a Agenda da Poupança 2017

Novo livro de Bárbara Barroso pretende ajudar as famílias a gerirem melhor os seus recursos.

Cristina Bernardo

Ajudar a poupar é o objetivo da “Agenda da Poupança 2017”, a mais recente obra de Bárbara Barroso, jornalista e formadora especializada em finanças pessoais.

Depois de já ter escrito dois livros sobre poupança, Bárbara Barroso “quis fazer algo diferente, útil e muito prático”, explica. O objetivo foi fazer desta agenda “uma ferramenta para ajudar as pessoas a poupar” e que todos po­dem utilizar.

É um modesto mas útil “investimento, que se paga a si mesmo”, diz a jornalista especializada em temas de finanças, que atualmente desempenha as funções de editora de Empresas do Jornal Económico, depois de ter passado pelo Diário de Notícias, Dinheiro Vivo, “i” e Diário Económico. A autora é também comentadora sobre assuntos da área económica e financeira em programas televisivos e de rádio. Mantém, ainda, o blogue As Dicas da Bá.

Esta Agenda constitui um guia para cada um de nós gerir com maior rigor e segurança as finanças pessoais e a própria vida. É que, como refere Bárbara, é fundamental “controlar o dinheiro, para que o dinheiro não nos controle”.

Ora, “apesar de haver ainda um longo caminho a fazer na literacia financeira, os portugueses estão cada vez mais sensíveis e preocupados com estes temas”, considera Bárbara Barroso.

Editada por Saída de Emergência, dá-nos informações e conselhos básicos. Informa-nos, por exemplo, sobre os prazos pa­ra submeter a declaração de IRS, até que data deve validar as faturas, que sites pode consultar para obter o cabaz de compras mais económicos ou como começar a preparar o orçamento para o próximo Natal. A Agenda inclui ainda o Desafio das 52 Semanas. Ao longo de 208 páginas, a agenda inclui mais de 150 dicas úteis em várias áreas para gastarmos o nosso dinheiro de forma saudável e sem riscos.

Além disso, a Agenda oferece mais de 500 euros de poupança em diversas áreas. Contém ainda lembretes de datas relevantes.

Bárbara Barroso considera que este tipo de produtos vão ao encontro das necessidades dos consumidores portugueses, que estão hoje muito mais atentos do que nunca.

Antes deste livro, a jornalista publicou “Tempos Complicados, Soluções Simples” (2011) e “19 Passos para Sobreviver à Crise” (2009).

Ler mais
Recomendadas

Jornal Económico teve melhor desempenho de sempre no primeiro trimestre de 2019

Site do Jornal Económico recebeu 12,5 milhões de visitas entre janeiro e março de 2019, o que representa uma subida de 20% face ao mesmo período do ano passado. Número de utilizadores do site cresceu 30% para cinco milhões e circulação da edição semanal superou pela primeira vez a fasquia dos dez mil exemplares. Obrigado pela sua preferência!

Portugal e Cabo Verde no topo da liberdade de imprensa

Os Repórteres Sem Fronteiras referem que, “apesar de os jornalistas serem mal pagos” e haver mais “insegurança no trabalho”, em Portugal, “o ambiente investigativo é relativamente calmo”. De Cabo Verde exaltam a “ausência de ataques” a estes profissionais.

De Jagger a da Vinci. Cartas à mão de personalidades transformam-se em livro

Já quase não se escrevem cartas à mão, e as poucas que ainda recebemos no correio são para pagar as contas. Shaun Usher tornou conhecida a banal missiva que a rainha Elizabeth II escreveu a Dwight D. Eisenhower, presidente dos Estados em 1960. A mais surpreendente que lhe chegou às mãos foi a do cantor Iggy Pop.
Comentários