Arcebispo de Washington apresenta renúncia após escândalo sexual com menores

O Papa Francisco aceitou a renúncia do arcebispo de Washington, o cardeal Donald Wuerl. O cardeal norte-americano tinha visto o seu nome envolvido em dois escândalos de pedofilia nos últimos meses.

America Magazine

O cardeal arcebispo Donald Wuerl de Washington, apresentou a renúncia ao Papa Francisco e foi aceite. A renúncia vem semanas depois do nome do arcebispo e um dos líderes mais poderosos da Igreja Católica, estar envolvido em dois escândalos de abuso de menores, avança o ”NPR”, esta sexta feira, 12 de outubro.

As acusações mais sérias contra Wuerl ocorreram durante o seu mandato como bispo de Pittsburgh, entre 1988 e 2006. Segundo a agência noticiosa, o nome do cardeal foi repetidamente mencionado no relatório de cerca de 900 páginas do júri, acusando-o de transferir padres abusivos entre paróquias e de não informar outros líderes da igreja.

Várias vítimas de abuso sexual há muito que pedem a renúncia de Wuerl e esses pedidos tornaram-se mais frequentes após um relatório que descreve cerca de ”300 crimes” com ”padres predadores” de Pensilvânia, alguns sob a supervisão de Wuerl, avança a noticia.

O arcebispo afirmou que a sua saída vai permitir que a igreja “se concentre na cura e no futuro. Vai permitir que a Igreja local avance”. O cardeal ainda acrescentou: “Mais uma vez para qualquer erro no julgamento, peço desculpas e peço perdão”.

Wuerl, atualmente com 77 anos, já tinha tecnicamente apresentado a sua renúncia quando completou 75 anos, assim como fazem todos os bispos e cardeais católicos. Contudo, em raras exceções, alguns elementos da Igreja Católica são autorizados a permanecer em funções até aos 80 anos. Ainda que desde há uns anos tenha mantido um papel relativamente discreto em Washington, a renúncia de Donald Wuerl surge como uma decisão simbólica e importante e representa a queda de um dos mais poderosos líderes católicos.

O cardeal Donald Wuerl, com um percurso de mais de 50 anos nos mais altos corredores da Igreja Católica, é um dos grandes aliados do Papa Francisco e está incluído no reduzido grupo do Vaticano que escolhe os novos bispos, para além de ser um dos apenas dez cardeais norte-americanos.

Ler mais
Recomendadas

Brexit: Uma câmara na fronteira pode bastar para reacender conflito na Irlanda, diz embaixadora

A embaixadora critica por outro lado a rejeição por Londres da primeira proposta europeia de ‘backstop’, que previa a extensão do mercado único à Irlanda do Norte.

EconPol diz que União Bancária não protege bancos europeus das repercussões de uma crise orçamental italiana

Os planos orçamentais do novo governo italiano têm o potencial de desencadear uma nova crise financeira, diz o analista da EconPol Europe, Timo Wollmershäuser.

“Vou assinar a emergência nacional”. Trump ‘força’ muro fronteiriço com o México

Líder da Casa Branca realçou que outros presidentes dos EUA recorreram a esta figura e “raramente foi um problema”. “Assinaram. Ninguém quis saber”, escreveu Trump.
Comentários