Área Metropolitana de Lisboa vai ter passe único

“Estamos numa nova fase, em que os municípios e as áreas metropolitanas passaram a gerir os transportes e na Área Metropolitana de Lisboa há centenas de títulos de transporte”, afirmou Fernando Medina.

A Área Metropolitana de Lisboa vai ter um passe único. O presidente da Câmara Municipal de Lisboa considera que ao criar um passe único para toda essa zona se poderá aumentar a utilização dos transportes públicos na cidade.

“Vamos introduzir um passe único que possa ser usado em todos os transportes rodoviários (geridos pelas autarquias) e extensível ao comboio (que é gerido pelo Estado). Depois, cada munícipe usa os transportes que entender, sem se preocupar que empresa opera naquele local”, afirmou Fernando Medina à margem da conferência Cidades e Mobilidade.

Em declarações divulgadas pelo “Diário de Notícias” (DN), o governante camarário explicou que estão “numa nova fase, em que os municípios e as áreas metropolitanas passaram a gerir os transportes e na Área Metropolitana de Lisboa há centenas de títulos de transporte”.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Lisboa adiantou, num encontro promovido pelo DN, é necessário ter transportes eléctricos na capital portuguesa, porque são mais sustentáveis. Além disso, o autarca referiu que “é preciso resolver o problema da Linha de Cascais”. “Já estamos a chegar tão tarde que a maior parte das pessoas já moram mais perto da A5 do que da linha do comboio, e vão ser precisas ligações de transportes públicos até à linha”, justificou.

Relacionadas

Saiba quanto vai aumentar o seu passe a 1 de janeiro

O Instituto da Mobilidade e dos Transportes procedeu à atualização dos preços dos transportes públicos coletivos rodoviários de passageiros para o próximo ano.
Recomendadas

S&P sobe rating da REN para dois níveis acima de lixo

O rating da empresa liderada por Rodrigo Costa está ainda um nível acima da classificação que a S&P atribuiu à dívida soberana portuguesa (BBB-).

Respostas Rápidas: Quem é Paul Singer, o novo acionista da EDP?

Paul Singer adora comprar ativos problemáticos. Ganhou o gosto no final dos anos 70 quando constituiu o fundo para gerir o património da família. Já ganhou e perdeu milhões em todo o mundo, incluindo Portugal.

Glovo celebra primeiro aniversário com entregas a 1 euro

A startup espanhola celebra o seu primeiro ano de atividade, e como recompensa, todas as entregas de restaurantes realizadas durante esse dia terão um custo de 1 euro.
Comentários