Armador PCI implementa nova rota comercial em Cabo Verde

A PCI operará um navio com capacidade de transporte de 887 Teus nominais, com uma frequência de 14 dias, realizando ligações entre Algeciras e Tanger Med com destino a Cabo Verde, em 4 dias.

O Grupo Sousa, através do seu armador PCI – Portusline Containers International SA, implementará, já a partir do início do próximo mês de Outubro, uma nova rota comercial com Cabo Verde, denominada “Alver”.

A PCI operará um navio com capacidade de transporte de 887 Teus nominais, com uma frequência de 14 dias, realizando ligações entre Algeciras e Tanger Med com destino a Cabo Verde, em 4 dias.

Esta nova linha reforçará, significativamente, a qualidade dos serviços que vêm sendo prestados pela PCI aos seus clientes, para Cabo Verde, em especial dos “cross trades”, para as cargas com origem no Extremo Oriente, América do Sul, Norte da Europa e Mediterrâneo.

A combinação desta nova linha “Alver” com as já existentes – “Guiver” e “Morabeza” – permitirá, pela primeira vez, que dois portos em Espanha (Algeciras e Las Palmas), sejam escalados por serviços da PCI, diretamente para Cabo Verde, com 2 escalas mensais em cada um dos serviços, isto é, 8 escalas por mês.

Com o arranque desta nova linha marítima e a entrada deste novo navio, a PCI passa a disponibilizar um serviço para Cabo Verde de 4 navios com uma capacidade total de 4.511 TEUs (equivalente a contentores de 20 pés), o que se traduz numa oferta quinzenal de 2.934 TEU’s.

Recomendadas

Governo cabo-verdiano afasta problema de gestão nos aeroportos após rotura de combustíveis na Ilha do Sal

O ‘jet fuel’ afetou aviões que fizeram escala técnica na ilha no final da semana passada.

UE tem 2,5 milhões de euros para desenvolvimento sustentável e inclusão social em Cabo Verde

“Vamos ter em conta as propostas apresentadas, as temáticas tratadas, o trabalho já feito pelas organizações que vão apresentar estes projetos, a viabilidade e a sustentabilidade desses projetos, uma vez terminado o potencial financiamento”, disse Sofia Moreira de Sousa, embaixadora da União Europeia em Cabo Verde.

Bolsa de Valores de Cabo Verde sugere união dos Fundos do Ambiente, Turismo e Rodoviário

Emanuel Lima considera que esta pode ser a solução para grandes investimentos em Cabo Verde.
Comentários