Autor
Alexandre Meireles, Presidente da ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários
Artigos

Inovação: mais fortes mas ainda descoordenados

Urge uma estratégia nacional para a inovação que identifique o que pode dar melhores resultados tanto para a comunidade científica como para o tecido empresarial.

Prioridade às exportações

Quando se anuncia de novo a constituição de um verdadeiro banco de fomento, entre as funções primordiais da instituição deverá estar a promoção da internacionalização da economia.

Continuar a acreditar no turismo

Independentemente do sobrepeso do turismo na nossa estrutura económica, importa continuar a apostar nesta atividade em Portugal. Temos de facto uma oferta turística de qualidade, competitiva e diferenciada no contexto internacional.

Banca: parceira ou concorrente das empresas?

Importa avaliar o investidor já não apenas pelo que configura em termos de capitalização, mas sobretudo pela força das suas ideias de negócio.

Que economia durante o desconfinamento?

O país tem de ser pragmático. Primeiro, é necessário salvar empresas e emprego e só depois começar a construir uma economia ancorada na transição digital e energética.

Regresso à produção nacional

Esta é uma oportunidade para a Europa e Portugal reforçarem a sua capacidade produtiva e valorizarem os seus produtos, no quadro do mercado único e à escala global.
Ver mais artigos