Autor
Ana Leite, mestre em Administração Público Privada, Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra
Artigos

Os Direitos Humanos e os perigos da banalização do mal

Atualmente, a vivermos tempos sem precedentes provocados pela pandemia de covid-19, e face ao recrudescimento do populismo e das posições extremadas, a UNESCO solicitou aos governos do mundo que, particularmente este ano, se mobilizassem em iniciativas de reforço da memória, no combate ao esquecimento, negacionismo e antissemitismo, entre outras formas de segregação e violação dos Direitos Humanos.

A estratégia da Unesco para os Small Island Developing States (SIDS) e o futuro da RAM

O covid-19 apresenta-se como a crise imediata da RAM, sendo que, na realidade, a mudança climática e de paradigma de desenvolvimento económico e social, assente na descarbonização e na formação de uma economia verde, são essenciais ao futuro da generalidade dos lugares do mundo, particularmente de pequenas ilhas como a Madeira e o Porto Santo.

A pandemia de Covid-19 e a Globalização: uma breve reflexão

A globalização tem sido posta em causa no atual quadro de incerteza motivado pela pandemia Covid-19. De facto, uma parte significativa da população refere a globalização como causa da rápida propagação do vírus pelo mundo.

O futuro da democracia na Europa

O estado de emergência, o recente debate deplorável das eleições presidenciais nos Estados Unidos da América e a degradação do sistema parlamentar do Reino Unido, bem patente no Brexit, justificam a necessidade da União Europeia se afirmar como protagonista qualificada para salvaguardar a cultura democrática e o Estado de Direito, invertendo a direção das coisas.

Um Equilíbrio Dinâmico

Tanto na academia, como na prática, todos sabemos que a proficiência da gestão é um preditor crítico de desempenho inovador de uma organização, na medida em que a gestão se relaciona positiva e diretamente com qualquer tipo de inovação, sejam ela radical, instrumental ou administrativa.

Pós Covid-19: Quando os Direitos podem evoluir para Privações

Estima-se que entraremos, muito em breve, numa fase em que certamente ocorrerá a maior mutação no conceito de pobreza de todos os tempos, exigindo monitoração constante e uma ação de mobilização e solidariedade concertada, ímpar na história da humanidade, por forma a amenizar a crise e impedir que não nos viremos uns contra os outros. Fica uma reflexão sobre futuro.
Ver mais artigos