Autor
André Barata, Filósofo, Universidade da Beira Interior
Artigos

Cultura: e se nos deixássemos de tabus?

Num país que leve a liberdade de investigação a sério não há perguntas tabu. Controlo político, ideológico, social, até cultural, da liberdade de investigação produzida em contexto académico não deve ter lugar. E quando surpreendido, deve ser combatido.

Lugares: além das casas, o mundo

Nas nossas sociedades contemporâneas, é preciso articular de novo a experiência de mundo. Em toda a sua polissemia, o mundo que tudo inclui e o mundo singular de cada um, mundo como espaço de amizade cívica, plural, de pensamento e discussão crítica.

Governação da pandemia: ver os erros e vencê-los

A falha do Governo não foi a dos que desconhecem ou fazem por ignorar o que conhecemos. Isso fazem os populistas, negacionistas ou simplesmente irresponsáveis. Mas é uma falha complementar, e que devia ter sido evitada: não ter em conta, ignorar mesmo, o que desconhecemos.

Habitar na pandemia e a ideia de casa

A desigualdade torna-se uma realidade mais crua quando confinados nas nossas casas tão desiguais. Estarão garantidas as condições para o trabalho e estudo em casa que estão a ser exigidos? Esta espécie de uberização das nossas casas, por decreto de contingência, é sentida de forma muito desigual e exige resposta de solidariedade.

A cidade e a pandemia – a importância de fazer lugares

O “back to basics” que o novo normal imprime aos quotidianos significa sacrificar o que a cidade proporciona além do trabalho e do descanso: os cafés e os cinemas, os espectáculos, de artes, mas também desportivos, acontecimentos culturais em geral. Não sendo vitais para sobrevivermos, são essenciais para fazer lugares.

Anormalização e sobressalto da direita

O desafio que se coloca a todas as forças políticas neste tempo em que paira por toda a parte o espectro do populismo antidemocrático é reiterar o vínculo ao arco constitucional. E sem tornarem a conquista do poder um fim cego que justifica todos os meios.
Ver mais artigos