Autor
António Gaspar, Professor Universitário – Universidade Europeia
Artigos

Um governo estilhaçado

Enquanto não houver coragem da parte dos governos para “saltarem a cerca” do clientelismo partidário e virem à sociedade civil, não filiada, contratar os melhores, nada mudará. Portugal assim só anda para trás.

Rankings sem futuro

Sempre mantive uma atitude muito crítica relativamente aos rankings. Não só pela injustiça que os mesmos compaginam, mas também pela forma elitista e pouco inteligente que poderão configurar.

Vantagens competitivas

É ao Estado e ao governo que compete criar as vantagens competitivas estruturais, para que, na hora da decisão, o investidor opte pelo nosso país. Sem esquecer outros factores, como a produtividade que induz a competitividade.

Trabalhamos muito e ganhamos pouco

O “segredo” de melhores condições salariais para os trabalhadores portugueses, na sua grande maioria, está nos métodos organizativos, que a grande maioria das empresas não possui. 

A mula da cooperativa

Sempre houve portugueses que, aproveitando a falta de enquadramento legal ou por se acharem mais espertos, tentaram “passar a perna” a quem em situação idêntica se regia por princípios e valores de cidadania.

Erros

Só com os melhores Portugal poderá pensar em ultrapassar esta grave situação que nos foi criada e nos coloca na cauda duma Europa a 27 em todos os indicadores de crescimento da riqueza e desenvolvimento.
Ver mais artigos