Autor
António Jaime Martins, Presidente do Conselho Regional de Lisboa da Ordem dos Advogados
Artigos

A derrapar para o Estado Polícia

As regras constitucionais para o processo penal têm que ser cumpridas também por quem investiga, sob pena de uma completa subversão dos valores que depositámos na legalidade e funcionamento democrático das instituições e do Estado.

Advogado: profissão de interesse público

O comportamento adotado pelo judiciário volvidos 44 anos de democracia é inaceitável e intolerável. E assim o é porque para fazer justiça existem regras de jogo. O árbitro não pode fazer de conta que não as conhece ou que elas não se lhe aplicam.

O Congresso dos advogado portugueses

Os problemas da profissão são os mesmos de sempre e estão direta ou indiretamente relacionados com a necessidade de preservação da independência do exercício da profissão.

Ato próprio do Advogado: identidade procura-se

Advogados e juízes são culpados da desjudicialização? São e muito. Porque se o cidadão não percebe que o movimento de desjudicialização o desprotege e penaliza, os advogados e os juízes têm obrigação de o saber e de o denunciar.

Advocacia: profissão com futuro ou atividade lúdica?

Quando o poder político ou legislativo fala em precarização dos serviços jurídicos deve, antes de tudo o mais, colocar a mão na consciência e assumir as suas responsabilidades.

O segredo de justiça e a bola de cristal

Não se compreende que o processo seja secreto para os suspeitos e arguidos e não o seja para os meios de comunicação social.
Ver mais artigos