Autor
Bernardo Silva Câncio, Gestão de Ativos
Artigos

‘Money for nothing, capital for free’

Cerca de 14 biliões de dólares de dívida a nível global negoceiam atualmente com taxas de juro negativas. Ou seja, os investidores pagam ao devedor pelo privilégio de lhe emprestar dinheiro…

Uma sentença na China, mas um setor com potencial

Se as grandes empresas, i.e. os empregadores mais exigentes, começam a dispensar os típicos cursos superiores e a favorecer cursos profissionais mais rápidos e práticos, porque não hão de outras empresas começar a fazer o mesmo?

Caro é o novo normal, versão 2021

Por cima de um ambiente de taxas de juro perto de zero, onde já é propício a que os preços dos ativos se tornem caros, a economia global foi literalmente inundada com liquidez, através da impressão de nova moeda.

Os investimentos de Isaac Newton e a loucura das multidões

Se alguém se está a vangloriar dos seus investimentos é porque não tem a mínima noção do que pode acontecer nos mercados financeiros, do quão rápido uma tendência se pode inverter…

Fendas no mercado obrigacionista e dependência dos bancos centrais

A facilidade com que as ‘yields’ subiram e a necessidade de mantê-las baixas levam a crer que o mercado pode precisar de ainda mais compras por parte dos bancos centrais, para garantir que a recuperação se dê de forma suave.

A festa dos pequenos investidores, o receio dos profissionais

Há um adágio de mercado que ensina que é preciso ter cuidado ao tentar combater a teórica irracionalidade do mercado, pois o mercado pode manter-se irracional mais tempo do que nós conseguimos ficar solventes.
Ver mais artigos