Autor
Bruno Alves, Politólogo
Artigos

A crise do PSD e a crise do País

A crise do PSD vem daqui: em virtude das circunstâncias e dos caprichos da Fortuna, o PSD nunca de 1994 para cá teve oportunidade de recorrer ao Estado e ao festim do Orçamento para encher os bolsos de um número suficientemente grande de portugueses, e em Portugal só se conseguem maiorias absolutas quando existe essa oportunidade.

O país da “bébé milagre”

O país em que Maria de Lourdes hoje vive já não é o mesmo em que quase morrera em 1927.

Partidos de terapia

PS e PSD são, hoje em dia, partidos sem uma função política, servindo apenas de veículos de satisfação das necessidades de expressão “identitária” da sua base de apoio, como os clubes de futebol são para os seus adeptos.

“Game of Thrones” e a crise das democracias

A fragmentação cultural associada ao “fim da monocultura televisiva” está a ser acompanhada por algo semelhante (e perigoso) na vida política.

O papel de cada um

O que leva os eleitores a aceitar que um político, seja ele Costa ou outro qualquer, insista num discurso que autor e destinatários reconhecem não ter qualquer semelhança com a realidade?

A “Grande Ilusão”

Ao contrário do que o discurso político gosta de fazer crer, não há soluções fáceis para desenvolver o país. Se houvesse, já as tínhamos adotado há muito.
Ver mais artigos