Autor
Celso Pereira Nunes, Professor Universitário
Artigos

Vamos falar de desenvolvimento

Também existem valores regionais para o IDH: a Região Autónoma da Madeira (RAM) tem 0,800, o 2.º valor mais baixo das 7 regiões portuguesas, apenas atrás dos Açores. Comparando com  países, a RAM estaria em 58.º lugar a nível mundial, empatado com Barbados e Cazaquistão, e em último a nível da União Europeia!

A que estado chegou o Estado?

A primeira característica do nosso sistema fiscal é a sua complexidade. Aí mora o 1.º grande incentivo dado pelo Estado: estar quieto, ganhar pouco, não inovar nem inventar. Quem se mexe, trabalha fora da caixa, inova, poupa e investe, enfrenta uma aberração burocrática e legislativa.

Sistemas de saúde versus sistemas de doenças

Gostaria de ver um sistema verdadeiramente de saúde, que ajudasse mais os utentes a terem saúde, pela positiva, mais focado na prevenção e na promoção de estilos de vida saudáveis. E pouparíamos muito dinheiro aos contribuintes.

O desenvolvimento e o nível educacional da população

A Economia da Educação tem sido uma fonte prolífica em estudos que nos permitem concluir com segurança que o investimento em capital humano está positivamente relacionado com a diminuição da desigualdade na distribuição de rendimentos, com a melhoria das condições materiais de vida, com a melhoria das relações sociais, com o aumento da criatividade e da produtividade, com o nível de empreendedorismo, e com o progresso tecnológico.

Uma proposta de reforma fiscal para a Região Autónoma da Madeira

Em vez de estudarmos o que acontece se fecharmos o CINM, devemos agora estudar quanto aumentariam as receitas fiscais da RAM se uma proposta de independência fiscal fosse implementada.

A disciplina orçamental pública e as nossas vidas quotidianas

Disciplina orçamental não é sinónimo de orçamentos equilibrados. Em políticas públicas disciplina orçamental é sinónimo de que a despesa é efetuada em algo manifestamente útil e com um retorno social suficientemente elevado que justifique que essa verba seja retirada aos contribuintes.
Ver mais artigos