Autor
Duarte Fernandes, Advogado
Advogado
Artigos

Propaganda

Basta deste tipo de política, é preciso afirmar uma postura ideológica, um debate de ideias, dizer ao que se vem.

A Morte de Ivan Ilitch

Creio que o mais importante é sempre termos causas justas que nos façam motivar e ter força para o dia-a-dia. De modo a que quando cheguemos ao fim da vida, não hajam pontas soltas, ou coisas deixadas por fazer que nos atormentam, como ao personagem principal de Tolstoi.

A Autonomia do PSD/M

Muita “treta” se vendeu na Madeira, nomeadamente, dizer que a Madeira é dos Madeirenses, a Madeira é de alguns Madeirenses e é dessa Autonomia que se orgulham, de terem entregue a Madeira a 4 ou 5 Capitalistas, que pagam os seus trabalhadores a preço de mão de obra barata.

Retrospectiva do ano de 2018

O ano de 2018, foi proeminente em poucas medidas de fundo para a economia, quer social ou empresarial, digamos que foi um ano meio morto, pelo menos naquilo que me recordo. À parte de se discutir e muito a gestão dos Portos do Funchal, pouco mais se definiu em termos de transformação substancial na forma como a Madeira é gerida.

No limiar da realidade

As reformas são uma miséria, não há casas para arrendar, o problema da habitação é gravíssimo, viver no centro da cidade é uma utopia, mais especificamente na Madeira, o comércio anda parado, o Norte da Ilha desertificado, a Agricultura completamente esquecida, a miséria instalada, visível pelos sem abrigo, e a actividade de mendigo tornou-se profissão.

O “cão de caça”

Entende-se que a liberdade de expressão é um direito quase ilimitado, tendo apenas como limite, a linha vermelha, quando o autor incute a outras pessoas mesmo que seja sob a forma de suspeita factos que sabe não serem verdadeiros, ou não comprováveis em sentido lato.
Ver mais artigos