Autor
Edmundo Alves, Investigador IHC/UNL
Artigos

Os candidatos

A democracia portuguesa continua bem de saúde e recomenda-se. Assim o atestam as candidaturas às eleições presidenciais e os seus diferentes propósitos.

Os reis também erram

D. Juan Carlos não foi sensível à intensificação do escrutínio aos titulares de cargos públicos, não tendo compreendido que os tempos mudaram e que as exigências de transparência – como agora abundantemente se diz – se tornaram mais rigorosas – em certos casos, excessivas até -, tornando inaceitáveis certos comportamentos que há algumas décadas atrás não causariam grande celeuma.

O despertar do “dragão”

Subitamente, os governantes do mundo livre parecem ter-se apercebido que a China não só não é digna de confiança, como nunca deixou de ser um adversário das democracias.

Os iconoclastas

A morte de George Floyd gerou uma vaga global de manifestações de denúncia da descriminação racial, justa e necessária, pois o racismo é um preconceito que colide com os mais elementares valores humanistas e bem mais generalizado do que habitualmente se reconhece, não sendo exclusivo de uma cor de pele, de um país, de uma […]

A política não pára

Apesar das contingências, o processo democrático prossegue, caso das presidenciais. Se o PS se mostra disposto a um pacto de não agressão com Marcelo, para muitos na direita ele será o sapo que os comunistas engoliram em 1986.

Conservadores revolucionários

O executivo liderado por Boris Johnson tem mantido a conduta de ruptura com a forma tradicional de fazer política em terras de Sua Majestade. E revela uma obsessão concentracionista, desrespeitadora da autonomia dos ministros.
Ver mais artigos