Autor
Eduardo Leite, Ph.D. em Gestão e Professor na Universidade da Madeira
Artigos

Os desafios económicos do Antropoceno

Ilustrando, segundo o relatório “O Estado do Mundo”, publicado pelo The Worldwatch Institute, nos últimos 50 anos o consumo cresceu 6 vezes, ao mesmo tempo a população cresceu apenas 2,2 vezes. Por outras palavras, equivale a dizer que o consumo por pessoa cresceu 3 vezes nos últimos 50 anos. Assim, viveram-se séculos no pressuposto que os recursos do Planeta eram ilimitados e que a população mundial poderia crescer e consumir indiscriminadamente a uma escala superior, sendo tudo isto movido a energia fóssil, o petróleo, considerada uma fonte inesgotável.

Quais os principais desafios da RAM para 2019?

Prevejo para a Região Autónoma da Madeira (RAM), não apenas para 2019, como para os anos mais próximos, dois grandes desafios: i) consolidação de um modelo de desenvolvimento económico baseado na informação e no conhecimento; ii) transposição e implementação prática de programas de sustentabilidade.

Tempos de empreendedorismo

Presentemente os empreendedores têm eventos dedicados, como o Web Summit, condições propícias para apresentarem e desenvolverem as suas ideias de negócio nas centenas de Startups e Incubadoras distribuídas pelo país, investidores que os reconhecem e confiam nas suas competências, entre outras vantagens.

Os riscos da sociedade pós-moderna

Neste quadro, por mais paradoxal que nos pareça, torna-se mais difícil inovar e consolidar novas ideias; e, acima de tudo, apontar os caminhos adequados para a resolução dos problemas reais e sérios da nossa sociedade, funcionando como uma espécie de embuste para o que ainda há de vir.

Os desafios da economia portuguesa e as reivindicações dos sindicatos

O mérito da recuperação de Portugal é, essencialmente, do povo português. Com efeito, uma vez mais na história, o povo manteve-se sereno perante a grave crise económica e financeira que assolou o país, sem evidenciar qualquer tipo de contestação social. Inclusive, não enjeitou emigrar e procurar noutros países, aquilo que Portugal, a espaços, não conseguiu dar.

Zeitgeist

Por outras palavras, trata-se de um quadro que se carateriza pela dinâmica científica e cultural, construindo uma boa reputação do país, contando com a colaboração de funcionários públicos diligentes e acesso facilitado a recursos, designadamente financeiros e recursos humanos qualificados, entre outros fatores.
Ver mais artigos