Autor
Gabriel Leite Mota, Economista, Doutorado em Economia da Felicidade
Artigos

É a felicidade, estúpidos!

Hoje sabemos que a qualidade das relações interpessoais, a integração social e o florescimento pessoal são elementos fundamentais para a nossa felicidade, não substituíveis por dinheiro.

Estado e empresas: o tamanho importa

A ideia que as entidades reguladoras podem ser fortes é um mito. Toda a experiência mundial demonstra como essas entidades falham, são corruptas e são absorvidas pelos interesses privados que deviam regular.

O bom e o mau liberalismo

Devemos recear a quantidade de abusos e “distopias reais” que as grandes empresas podem pôr em prática: pensem na monitorização da nossa saúde, comunicações, relações e ações.

Gestão de qualidade, precisa-se!

Os casos das PPP leoninas em benefício dos privados, das grandes empresas privatizadas protegidas da concorrência, ou da promiscuidade Banca-Estado, são exemplos claros de má gestão pública e privada que nos têm custado milhares de milhões.

As ditaduras são piores que as democracias

As ditaduras são mais corruptas que as democracias. São um retrocesso civilizacional e uma não resposta aos problemas da contemporaneidade.

Por um contrato social SNS/Universidades Públicas

A carreira de muitos profissionais de saúde deveria parecer-se com a dos magistrados: em exclusividade, colocados por todo o país e com emprego garantido com remuneração adequada.
Ver mais artigos