Autor
IPCG
Artigos

Afinal, que papel cabe aos administradores não executivos representar?

A pergunta é, propositadamente, provocatória e pretende agitar as mentes mais distraídas. E, para respondermos cabalmente a esta questão e para que não subsistam muitas dúvidas, vale a pena transcrever o que, a propósito, consagram alguns textos de autores de referência.

A competência é a mola de afirmação dos não executivos

Num regime recomendatório como aquele com que as sociedades têm que se confrontar, o Instituto Português de Corporate Governance assume a firme e crescente convicção de que o papel dos administradores não executivos é um elemento decisivo na qualidade e eficácia dos sistemas de governo societário.