InícioNotícia escrita porJosé Varela Rodrigues

jrodrigues@jornaleconomico.pt

De acordo com a análise do Bankinter, esta mais uma “sessão de transição, sem referências relevantes e à espera dos eventos mais importantes da semana: a reunião, em Washington, entre a China e os EUA e o econtro entre os banqueiros centrais em Jackson Hole”.

Investidores demonstram “alguma confiança, apesar de novas e duras críticas de Donald Trump à FED e das acusações à União Europeia e China de manipulação das divisas”, segundo análise do senior broker e affiliate manager da XTB, David Silva.

Para Pedro Pinto, o diretor não-executivo da Eleven Sports Portugal, “a experiência do João [Malha] na área do desporto e o conhecimento que tem das mais diversas modalidades será muito importante para a estrutura que estamos a desenvolver em Portugal".

O PSI 20 soma 0,77%, para 5.503,49 pontos, em linha com as principais praças europeias, quando o alívio das tensões comerciais entre Estados Unidos e China dá suporte aos mercados.

Matteo Salvini afirmou que o governo italiano vai “avançar com a rescisão” de todas as concessões face ao desastre ocorrido em Génova, que provocou a morte de mais de quatro dezenas de pessoas.

Esta é a maior aquisição da Pepsico dos últimos oito anos.

PSI 20 ganha 0,91%, para 5.510,90 pontos, numa altura em que a especulação em torno do fim da guerra comercial entre Estados Unidos e China dá gás aos mercados.

A confirmar-se o que Bruno de Carvalho afirmou ao final desta manhã, o antigo presidente do clube deverá, na opinião de Tavares Pereira, "fazer prova do que tem em mãos, com responsabilidade".