Autor
Luís Tavares Bravo, Economista
Artigos

A espera

Falar em recessão é um cenário que parece exagerado, sobretudo pela resiliência da procura privada, como sequência de um mercado de trabalho mais robusto, capaz de gerar consumo.

O trimestre europeu

Eleições europeias, Brexit e focos de euroceticismo local podem trazer ao de cima incerteza que os mercados poderão levar a sério. Em todo o caso, uma recessão parece fora de hipótese.

Japonização do euro?

A zona euro partilha algumas das características da economia nipónica, mas ainda se encontram diferenças importantes como a demografia ou a produtividade e potencial de crescimento.

As novas geringonças do centro político

A tentação de optar pelo politicamente populista e imediato, pelo politicamente necessário e pouco visível é grande, e a fatura poderá ser bastante elevada para as futuras gerações.

As duas faces de 2019

Os mercados desenvolvidos têm novamente uma agenda duríssima em termos de ruido geopolítico, mas isso não tem sido suficiente para travar os mercados de risco.

A geopolítica é um novo fundamental económico?

Apesar da retórica política, ou talvez por isso, são as indicações de maior ímpeto do crescimento económico e dos lucros das empresas que terão a principal palavra a dizer. E o que se espera é que a economia mundial continue a crescer, mas de forma mais moderada.
Ver mais artigos