Autor
Marco Silva, Consultoria estratégica e de investimentos
Artigos

Guerra comercial e Brexit dominam as atenções

Na Europa o destaque vai para a possibilidade de se alcançar uma solução para o backstop no processo Brexit, após Boris Johnson e o primeiro ministro irlandês terem afirmado que “vêem um caminho para o acordo”

Guerra comercial provoca ziguezague em Wall Street

A falta de progresso nas negociações entre os EUA e a China nas reuniões desta semana, bem como o encurtar dos encontros, que vão terminar hoje, fez com que os futuros do S&P500 tenham caído cerca de 1%, o que deverá condicionar o dia de hoje.

Mar de vermelho em Wall Street

O Yen valorizou 0,5% para os 107.19, com uma clara procura por activos refúgio, um interesse que foi igualmente sentido no Ouro, que adicionou 1,1%, terminando nos $1,505 por onça.

Economia assusta Wall Street

Esta sexta-feira veremos se os dados do emprego, relativos aos non-farm payrolls, confirmam esta tendência negativa que começa a desenhar um caminho de crescimento reduzido ou mesmo estagnação na economia dos EUA.

Otimismo inunda Wall Street em véspera de Powell e empregos

Para hoje os olhares estarão nos non-farm payrolls e nas declarações de Jerome Powell, com ambos os eventos a terem importância suficiente para causar uma forte volatilidade no mercado, caso exista alguma surpresa mínima.

Setembro começa ao rubro e promete dias interessantes

Instabilidade que deverá continuar elevada, nomeadamente no tópico da guerra comercial, onde as partes em conflito nem sequer conseguem acertar numa data para o retomar das negociações
Ver mais artigos