Autor
Maria Teixeira Alves
mtalves@jornaleconomico.pt
Artigos
Miguel Maya

CaixaBank espera lucros de 48 milhões do BCP apesar da provisões para créditos em francos suíços na Polónia

Apesar das provisões de 121 milhões por causa dos créditos hipotecários em francos suíços, o CaixaBank estima que o BCP apresente resultados líquidos no primeiro trimestre de 48 milhões de euros.

Galp distribui dividendo de 35 cêntimos a partir de 20 de maio

A Galp anuncia que aos acionistas que os dividendos se encontram a pagamento a partir do dia 20 de maio de 2021, com as ações a entrarem em ex-dividendo no dia 18. A “record date é a 19 de maio de 2021”, disse a empresa.

Holding da família Queiroz Pereira comprou mais 0,02% da Semapa

A Sodim, SGPS comunicou à Semapa – Sociedade de Investimento e Gestão, SGPS, “que hoje adquiriu em bolsa 1.816 acções, representativas de 0,002% do capital social da Semapa”.

Novo Banco vai tornar-se acionista da Promovalor por conversão das VMOC de Luís Filipe Vieira

“As VMOCs vão ser convertidas em capital da Promovalor, e é por essa via que o banco vai receber tudo”, disse o presidente da Promovalor. Depois do reembolso do fundo todo o remanescente vai para a Promovalor e o Novo Banco vai ser acionista da Promovalor.

Fundo que ficou com ativos da Promovalor está a negociar mais 2 ou 3 anos para pagar ao Novo Banco

“O fundo detido pelo Novo Banco que devia pagar 60 milhões em 2022 ao Novo Banco está a negociar um prolongamento de mais dois ou três anos por causa da pandemia”, revelou Luís Filipe Vieira.

Presidente do Benfica admite ter alertado um acionista da SAD para comprar a Imosteps ao Davidson Kempner por 8 milhões

José António dos Santos, conhecido como ‘Rei dos Frangos’, um dos donos da Valouro e maior acionista individual da Benfica SAD, comprou por 8 milhões a dívida da Imosteps (de Luís Filipe Vieira) que o Novo Banco vendeu ao fundo norte-americano Davidson Kempner, depois de ter tentado comprar antes do Nata II por 10 milhões, o que foi recusado pelo banco.
Ver mais artigos