Autor
Mário Malhão
mmalhao@jornaleconomico.pt
Artigos

Barómetro dos mercados a meio da semana

A taxa da obrigações portuguesas a 10 anos desceu com a subida do ‘outlook’ pela S&P e o PSI 20 registou quatro ganhos em cinco sessões. No mercado petrolífero, o Brent permanece perto dos 80 dólares por barril.

Jornal Económico: dois anos de crescimento

O Jornal Económico nasceu a 16 de setembro de 2016. Desde então, transformou-se numa marca de informação multiplataforma, presente nos suportes papel, online e multimédia. Sempre com o objetivo de melhor servir os seus leitores. Conheça as principais etapas do percurso do JE, que é hoje o jornal de economia e finanças com mais audiência em Portugal. Obrigado pela sua confiança e preferência!

Angola: cronologia de uma fase atribulada nas relações luso-angolanas

O primeiro-ministro, António Costa, visita Angola pela primeira vez depois da tensão diplomática entre os dois países, com o processo que envolve o antigo vice-presidente angolano Manuel Vicente. Ultrapassado o “irritante”, testa-se uma nova fase das relações.

Vista Alegre: posição no mercado internacional

Após a reoarganização societária, com a aquisição da Cerutil e da Bordalo Pinheiro, a Vista Alegre Atlantis parte de uma posição em que compara bem com os outros grandes concorrentes internacionais do setor, dos EUA à Alemanha, da França ao Reino Unido, passando pela Finlândia. A empresa nacional ficou no meio da tabela na faturação em 2017, passa para o pódio no EBITDA e para a liderança na margem EBITDA.

Barómetro dos mercados a meio da semana

A possibilidade de uma escalada na guerra comercial continua a assustar os investidores em Wall Street, enquanto em Lisboa o PSI 20 viveu um ciclo de 10 sessões de quedas, recuperou por um dia e voltou para o ‘vermelho’.

Forex: Trajetória cambial ao ritmo da normalização monetária

O curso do mercado cambial tem sido, desde o início ano, marcado pela volatilidade. As últimas semanas foram especialmente críticas com uma crise nas divisas dos países emergentes e consequente fuga para ativos-refúgio. Segundo as projeções de Enrique Díaz-Alvarez, Matthew Ryan e Roman Ziruk, da fintech internacional Ebury, será a política monetária a marcar o futuro das negociações até ao final do ano.
Ver mais artigos