Autor
Mário Malhão
mmalhao@jornaleconomico.pt
Artigos

Infografia | Biden mantém vantagem de quase 10 pontos, mas a corrida ainda tem muitas curvas

A média das sondagens nacionais das intenções de voto dos americanos para as presidenciais de 3 de novembro tem colocado o democrata Joe Biden perto de 10 pontos à frente do republicano Donald Trump.

Infografia | O clube dos défices mais baixos da zona euro

Há três países que esperam um défice orçamental menor do que Portugal no próximo ano e um que projeta um défice igual, a Alemanha (-4,3% do PIB). Nos esboços orçamentais para 2021 enviados a Bruxelas, todos os países preveem défices orçamentais, com Espanha a atingir o mais elevado no próximo ano (-7,7% do PIB). Apenas o Chipre, até ao fecho desta edição não tinha enviado o esboço orçamental.

Infografia | A pandemia deu febre aos ‘stocks’ de dívida pública

A crise económica provocada pela pandemia de Covid-19 não é uma crise das dívidas soberanas, mas obrigou os governos das economias desenvolvidas a aumentar a alavancagem em 2020. Os gastos com as medidas de proteção ou estímulo vão impedir, na maioria dos casos, um regresso aos níveis pré-pandemia já em 2021.

Infografia | Resposta à pandemia de covid-19 garante subida de despesa na “linha da frente”

Despesa pública sai reforçada nos ministérios da Saúde e da Solidariedade, mais afetados pela crise sanitária, tal como na Educação, no Ensino Superior e também as Infraestruturas e Habitação. Num Orçamento do Estado sem grandes novidades para as pastas económicas, a maior necessidade de contenção também passa pelas que têm funções de soberania, como a Defesa, Justiça, Administração Interna e Negócios Estrangeiros.

Infografia | Pandemia trouxe fantasma do défice

O caminho estava a ser de benesse, mas a pandemia trouxe um tsnunami às contas públicas. Depois de um excedente orçamental no ano passado – mais cedo do que o previsto pelo Governo -, o rácio do défice face ao PIB deverá atingir a percentagem mais elevada desde 2014, ano da resolução do BES. Para 2021, o Governo já estima que o défice orçamental se situe em 4,3% do PIB, uma melhoria de 3 p.p. do PIB face a 2020.
Ver mais artigos