Autor
Paulo Gonçalves Marcos, Presidente da direção do Sindicato Nacional dos Quadros e Técnicos Bancários
Artigos

Pelo fim da caducidade das convenções colectivas

O Governo esteve bem ao propor a suspensão da caducidade das convenções colectivas. Que deve ser definitiva e não apenas por 24 meses, como parece prever a proposta.

Verticalidade e respeito

Toda e qualquer reestruturação deve obedecer à lei e observar elevados critérios éticos, respeitando os direitos das pessoas e a sua liberdade de decisão.

De heróis a dispensáveis

Deixados em lares onde falta pessoal médico e de enfermagem, foram os nossos heróis deixados em regime de confinamento quase permanente, indefesos quando deveriam ser protegidos.

Regresso às aulas, evidentemente

A economia não pode voltar a parar. Seria uma catástrofe para as empresas e famílias, num contexto em que o Estado seria colocado perante escolhas muito difíceis.

Em defesa da dignidade humana

Os custos laborais em Portugal são uma parte menor dos custos das empresas. Custos de contexto, gestores impreparados e corruptos, ou créditos de cobrança duvidosa são muito mais relevantes.

Pelo aumento do salário mínimo, já!

Começou no Conselho Económico e Social (CES) continental a discussão sobre o salário mínimo e as pretensões de o elevar.
Ver mais artigos