Autor
Raul de Almeida, Politólogo
Artigos

A nova PIDE

A crítica em democracia é normal e saudável, faz parte do escrutínio a que os titulares de cargos públicos estão sujeitos. Os tempos estão diferentes. Com Costa e com o PS, não há contraditório possível.

A greve que definiu o regime

Não há oposição em Portugal. Entre o silêncio e a cacofonia, ninguém percebeu o que pensava a direita. Tentando meter medo aos camionistas, Costa meteu medo à oposição.

O Estado em chamas

Por muito que custe, é no PSD e no CDS que ainda resta a possibilidade do voto de protesto contra Costa. Apesar de Rio e Cristas, não há voto útil contra o descalabro atual fora dos dois partidos do centro-direita.

O renascimento da esperança europeia

Parece que, muitos anos depois de Konrad Adenauer, a Alemanha volta a dar uma grande liderança à Europa. Há esperança!

A urgência do bom senso

Se o politicamente correcto nos esmaga, a resposta deve ser uma resistência coerente, bem organizada, que se constitua numa corrente forte de uma grande ideia de liberdade.

Sim, sim, sim, só que não

Acabar com as taxas moderadoras, ancorados na última mentira de Catarina, vindo depois dizer que sim, só que não, é mais um passo para nada acontecer a nível algum. A oposição podia e devia ser activa, enérgica e consequente. Só que também não.
Ver mais artigos