Autor
Ricardo Nunes, Presidente da ACEMEL - Associação de Comercializadoras de Energia no Mercado Liberalizado
Artigos

Energia 4.0

A conjugação da descarbonização com a inovação criou o enquadramento perfeito para as mudanças profundas na forma como as empresas de energia operam.

Sim, a energia tem cor e valor

A exigência aumentou, os consumidores querem, hoje, ter a sua energia fornecida por uma empresa com reputação intacta, com os valores corretos, e até com lideranças inspiradoras.

Solidariedade energética

Importa perceber que, à medida que cada vez mais portugueses vão ser produtores nas suas casas e nas suas empresas, o custo das redes será maioritariamente assegurado por quem as utiliza. Os mais vulneráveis não podem ficar para trás.

Futurologia ou previsão

O conselho de reguladores do MIBEL está a trabalhar, uma vez mais, para tentar que o mercado de derivados tenha a dimensão, dinâmica e a liquidez que o sector energético ambiciona.

“Consumo” verde

Os comercializadores podem e devem incentivar os consumidores a preferirem consumo de energia renovável. Podem e devem continuar a ser agentes fundamentais na mobilidade elétrica e na eficiência energética.