Autor
Rita Garcia Pereira, Advogada
Artigos

O advogado do diabo

Tentar “domesticar” os advogados através da sua transformação em funcionários, além de custos para todoas nós, apenas terá como consequência uma maior fragilização daqueles que recorrem ao dito sistema.

A Liga da Justiça e o Quinteto “Fantástico”

As custas judiciais em Portugal são caríssimas, desincentivando-se, ao contrário do que enuncia a Constituição, o cidadão médio a recorrer aos tribunais. Nunca se esteve tão mal na Justiça.

Tempos modernos

(Ruben de Carvalho, do qual muitas vezes discordei, deixou-nos mais sós, um dia depois de um discurso demolidor de João Miguel Tavares. Por mais críticas que se possam fazer, quanto a mim, este Tavares – e não outro, igualmente comentador… – disse quase tudo e o que este disse o primeiro praticou. Não gostando de […]

A um Bruno (felizmente…) Conhecido

(Hesitei ao escrever estas linhas, muito por força da condenação da corticeira em 31.000,00€ por assédio moral. Reservo-me, quanto a tal, para a decisão final de um longo processo, cujo principal mérito é o de demonstrar que a dignidade não tem preço, mesmo para os que acham que o dinheiro tudo compra. Por outro lado, […]

A caixa de Pandora

Não existe nota que a CGD tenha  sequer tentado reagir contra os que, pelo seu punho, autorizaram os ditos empréstimos em moldes que nunca seriam aceites a um comum mortal.

Fiesta (O Sol nasce sempre)

Numa época em que o conhecimento foi substituído pela quantidade de informação, quando não desinformação, a verdadeira vitória é ter a capacidade de nos mantermos fieis aos nossos princípios.
Ver mais artigos