Autor
Rogério Junior
rjunior@jornaleconomico.pt
Artigos

À espera do comboio na paragem do autocarro

Esta deverá ser a melhor altura para nos reinventarmos, para arriscar e transformar o mundo, pelo menos o nosso: sem nos transformarmos primeiro, não conseguiremos mover uma migalha.

O robô não é o inimigo

Não nos podemos esquecer que por muito sofisticada que a inteligência artificial seja nunca poderá sentir emoções, e a sua interação social será sempre condicionada à aprendizagem.

Entre a genialidade e a loucura

Mais que uma ideia ou um negócio, é preciso suprir uma necessidade, e o génio está em criar essa necessidade apresentando a solução.

A tecnologia e a simplicidade do amor

Acredito que um dia voltaremos às cartas de amor, qual Pessoa para a sua Ofélia, escritas numa caligrafia desajeitada por mãos desabituadas a pegar numa esferográfica.

Os miúdos estão mais inteligentes mas menos espertos

Já não há sapatos esfolados de subir o escorrega ao contrário ou roupa com cor de relva do último trambolhão.

Os piratas agora são outros

Se antigamente se raptava o mercador rico ou alguém da sua família para solicitar o resgate em ouro, agora sequestra-se um computador, ou vários servidores, e solicita-se o resgate em bitcoins.
Ver mais artigos