Autor
Rui Calafate, Consultor de Comunicação
Artigos

Novos Tempos no PSD

O PSD é uma vez mais uma casa a arder. Com Rangel cheira a flores do poder, com Rio o perfume é de desespero. A enorme dúvida é qual o prazo de validade de ambos.

Rendeiro e o deus da porcaria

Como escrevia Mark Twain, “o homem que não lê não tem mais mérito do que o homem que não sabe ler”, neste caso, quem coadjuva e apoia um fora-da-lei também não tem mais mérito ou moral do que ele.

Rio, Ventura, Moedas e Marcelo

Lisboa não será fácil de governar e compete a Carlos Moedas ser um bom negociador. E vai ter uma boa ajuda. A da mão por trás do arbusto da sua candidatura, Marcelo Rebelo de Sousa.

Uma campanha medíocre

A marca PSD nunca valeu tão pouco, e quanto mais tempo Rui Rio se mantiver na liderança, mais tempo o partido continuará numa saga infinita em quarto minguante.

Os exércitos do nojo e o caos

O legado de sã convivência, simpatia, elevação e educação de Jorge Sampaio não pode ser triturado pela carnívora máquina de efabulações e criaturas manifestamente intolerantes e desinformadas.

O armário de Paulo Rangel

Não acredito que não haja gente com talento e mérito em todas as terras. Mas enquanto a política não for currículo em vez de cadastro, os melhores não entrarão nela.
Ver mais artigos