Autor
Sílvia Vasconcelos, Médica-veterinária/coordenadora regional do MDM
Artigos

Mulheres, desemprego, discriminação no século XXI

O emprego feminino continua a ser desvalorizado. É mais precário, e tantas vezes com contratos não permanentes. E é mal pago. 

“Avaliação, sim. SIADAP, não”

Há que reformular urgentemente o modelo de avaliação na administração pública, com critérios claros, inequívocos, objectivos; um modelo equitativo, sem a injusta (e vergonhosa) componente de quotas.

O trabalho e a saúde mental 

Para a prevenção e combate da doença mental no trabalho é essencial a existência de uma liderança não só atenta e compreensiva, mas também empenhada em resoluções, em estratégias de prevenção e de recuperação da saúde dos seus funcionários.

João Ferreira, um candidato “sem esqueletos no armário”

O João Ferreira não tem “telhados de vidro” nem “esqueletos no armário”; tem dado provas que não se move por interesses já bem enraizados nas denominadas elites políticas e socioeconómicas portuguesas, nem tão pouco está preso a clientelismos.

O “banho de ética” de Rui Rio nos Açores

Não está em causa a coligação de direita nos Açores, até porque o PSD foi o segundo partido mais votado e é a aliança das forças mais votadas que determina quem está em melhor posição de viabilizar um governo. É a dinâmica democrática e a maioria representativa a funcionar. O que está mesmo em causa é o pacto “melistofélico” com um partido como o Chega, de quem Rui Rio queria moderação. Mas que moderação é que pode advir da extrema-direita?! O prometido “banho de ética” de Rui Rio, foi afinal um logro prontamente substituído por uma imersão lodaçal no fascismo. Vendeu a social-democracia ( e talvez o próprio partido) em troca de poderio.

Um Orçamento de Estado pouco animador para a economia

É um orçamento penalizador da maioria da população; é um orçamento que remonta à austeridade de má memória para a maioria de nós, com um aumento de impostos que não diverge daquele a que o anterior governo PSD/CDS nos sujeitou durante 4 anos. E que, ao contrário do que propala este governo, não é um orçamento de recuperação de economia mas sim de desinvestimento público –  como é que se recupera a economia e o emprego sem investimento público?! 
Ver mais artigos