Autoridades garantem: Ameaça terrorista em Portugal “é moderada”

Fonte da PSP e a Secretária-Geral do Sistema de Segurança Interna desmentem os rumores que circulavam acerca do reforço da segurança em algumas zonas turísticas de Lisboa e do aumento do nível de ameaça terrorista.

No seguimento de uma notícia avançada pela TVI que dava conta de um reforço “inédito” da segurança em algumas zonas turísticas de Lisboa, Helena Fazenda, Secretária-Geral do Sistema de Segurança Interna, garantiu em comunicado que Portugal não alterou o grau de ameaça terrorista e que este “se mantém em grau moderado”.

O comunicado emitido pelo serviço liderado por Helena Fazenda informou ainda que “todas as forças e serviços de segurança que integram a Unidade de Coordenação Antiterrorismo estão a trabalhar em completa articulação e em cooperação com as suas congéneres, acompanhando o contexto internacional no âmbito da ameaça terrorista”.

Contactada pela agência Lusa, a responsável explicou ter emitido o comunicado por causa dos “rumores” que estavam a circular sobre a subida dos níveis de alerta contra o terrorismo em Portugal. O comunicado agora emitido confirma as declarações da ASPP ao Jornal Económico, nas quais negava ter conhecimento deste reforço extraordinário.

Na mesma linha estão declarações proferidas à RTP por fonte oficial da PSP, que garantiu que o nível de ameaça terrorista não se alterou e que o reforço policial será sentido em todo o país – em zonas de maior aglomeração de pessoas – e não apenas em Lisboa.

Relacionadas

PSP faz reforço “inédito” da segurança em zonas turísticas de Lisboa

A TVI avança com a notícia de que a PSP está a realizar um reforço “inédito” da segurança em algumas zonas turísticas de Lisboa. A causa será uma “ameaça indeterminada”. Ao Jornal Económico, a ASPP diz não ter conhecimento desse reforço.

PSP aumenta segurança em zonas turísticas, depois de ataque em Barcelona

Intervenção está a ser feita em coordenação com a Câmara Municipal de Lisboa, na zona do Chiado, Rua Augusta e Mosteiro dos Jerónimos.
Recomendadas

Táxis: Taxistas insistem que mantêm protesto até serem recebidos pelo Governo

Os taxistas continuam este sábado parados, pelo quarto dia consecutivo, e determinados a manter o seu protesto até serem recebidos pelo Governo, disse hoje Florêncio Almeida, da Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros de Passageiros (ANTRAL).

Diretor artístico do Museu de Serralves apresenta demissão

O diretor artístico do Museu de Arte Contemporânea de Serralves, João Ribas, apresentou na sexta-feira a sua demissão porque “já não tinha condições para continuar à frente da instituição”, segundo disse o próprio ao jornal Público.

Taxistas reagem com irritação a reunião com o PSD

O presidente da Federação Portuguesa do Táxi (FPT), Carlos Ramos, afirmou aos presentes na Praça dos Restauradores, em Lisboa, que “foi irritante” a forma como foram recebidos pelo PSD na Assembleia da República.
Comentários