Zeinal Bava: “Vim de Londres para esclarecer tudo. Tudo o que tenho dizer vou dizer no tribunal”

O antigo presidente executivo da PT vai responder às perguntas do juiz Ivo Rosa no âmbito da Operação Marquês.

Zeinal Bana promete esclarecer as autoridades na sua audição de hoje no âmbito da Operação Marquês. O gestor vai ser ouvido esta tarde pelo juiz Ivo Rosa.

“Assiste-me o direito de não falar, mas eu viajei de Londres justamente para vir aqui esclarecer tudo”, disse Zeinal Bava esta quarta-feira, 26 de junho, à entrada do Tribunal Central de Instrução Criminal em Lisboa.

“Se não me levarem a mal, prefiro falar num dia desses, não agora, porque tudo o que tenho a dizer vou dizer no tribunal”, afirmou o antigo presidente executivo da PT em declarações às televisões.

Conforme escreveu hoje o Correio da Manhã, Zeinal Bava vai tentar explicar porque é que recebeu 25,2 milhões de euros da Espírito Santo Enterprise entre dezembro de 2007 e setembro de 2011; o gestor devolveu depois 18,5 milhões de euros dos 25,2 milhões. Esta sociedade alegadamente servia de saco azul do Grupo Espírito Santo (GES), segundo o Correio da Manhã.

Relacionadas

Operação Marquês: Quem são os 28 arguidos e do que são acusados

O processo Operação Marquês envolve 28 arguidos – 19 pessoas e nove empresas -, incluindo o ex-primeiro ministro José Sócrates, acusado de corrupção passiva de titular de cargo político, branqueamento de capitais, falsificação de documentos e fraude fiscal qualificada.

Da detenção de Sócrates à escolha de Ivo Rosa: saiba o que marcou a Operação Marquês

Da detenção de Sócrates em 2014 ao sorteio do juiz Ivo Rosa para a instrução do processo, recorde os factos mais importantes da investigação que hoje chega a uma fase decisiva.
Recomendadas

“Grandes indústrias francesas têm as nossas básculas”

Vencedor do Troféu PME diz que o reconhecimento do trabalho ocorre quando, em viagem a França, verifica que talhos, charcutarias e lojas gourmet têm as balanças comerciais da empresa.

Exportações de componentes automóveis atingem valor recorde de 5,6 mil milhões de euros

No acumulado da década, entre 2010 e 2019, a AFIA reportou que as vendas de componentes automóveis portugueses para o estrangeiro aumentaram 71%.

Grupo Vila Galé investe 3,5 milhões de euros em lagar no Alentejo

A empresa Casa Santa Vitória, do grupo Vila Galé, inaugurou este sábado um lagar para produzir os seus próprios azeites, no concelho de Beja, que implicou um investimento de 3,5 milhões de euros.
Comentários