BCP acorda linha de crédito até 1.600 milhões com garantia mútua para PME

A Linha Capitalizar 2018 destina-se preferencialmente a PME’s, sendo ainda acessível a empresas com volume de negócios anual até 150 milhões de euros e que não integrem grupos empresariais com faturação superior a 200 milhões.

Ler mais

O Millennium bcp assinou um protocolo para criação da Linha Capitalizar 2018, em parceria com o IAPMEI, a SPGM, as Instituições de Crédito, as Sociedades de Garantia Mútua e a PME Investimentos. Esta sessão contou com a presença do Ministro-adjunto, Pedro Siza Vieira, do Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral e do Vice-presidente do Millennium bcp, Miguel Bragança, revela o BCP em comunicado.

Esta nova linha de crédito, até 1.600 milhões de euros com Garantia Mútua, “visa apoiar o crescimento da indústria e os demais sectores de atividade, tanto para Investimento, como para apoio a fundo de maneio”, revela o banco em comunicado.

A Linha Capitalizar 2018 destina-se preferencialmente a PME’s, sendo ainda acessível a empresas com volume de negócios anual até 150 milhões de euros e que não integrem grupos empresariais com faturação superior a 200 milhões.

As taxas de juros desta linha “são bastante atrativas com bonificação da comissão de Garantia Mútua”, explica o BCP.

Miguel Bragança, vice-presidente da Comissão Executiva do Millennium bcp, refere que “na presente situação da economia portuguesa importa criar condições de partilha de risco através da Sociedades de Garantia Mútua, para que as empresas possam aceder a crédito bancário em condições mais favoráveis,
permitindo-lhes sustentar uma estratégia de crescimento e suportar o crescimento das exportações, motor fundamental da recuperação económica do nosso país”.

“O Millennium bcp é o parceiro das Empresas, e a assinatura deste protocolo, é mais um testemunho do Banco em reiterar este compromisso com o mercado e com a economia Portuguesa”, adianta na nota de imprensa.

 

Recomendadas

Quais são os bancos que já disponibilizam transferências imediatas?

O novo subsistema do Sistema de Compensação Interbancária assegura o processamento contínuo de transferências em menos de 10 segundos. A adesão dos bancos é, no entanto, facultativa. Confirme aqui quais os bancos que já têm e quais os custos.

Nasce manifesto anti-Tomás Correia para o Montepio

Um conjunto composto por várias dezenas de associados e associadas da Associação Mutualista Montepio decidiu assinar um Manifesto, intitulado ‘Construir a Confiança – Por um Montepio Competente, Solidário e Responsável’.

Elisa Ferreira: Banca portuguesa está a caminho da estabilização, mas “os riscos” continuam.

A vice-Governadora do Banco de Portugal que tem o pelouro da supervisão diz em entrevista à Antena 1 que “a Banca portuguesa intervencionada está a caminho da estabilização, mas os riscos continuam”, sem no entanto detalhar. “O risco de uma nova crise vem da nova economia, das bitcoins e dos chamados bancos sombra”, defendeu na mesma entrevista Elisa Ferreira.
Comentários