BE/Convenção: Catarina Martins encabeça lista de continuidade à Mesa Nacional

A lista apresenta poucas mudanças sendo uma delas Manuel Grilo, vereador na Câmara de Lisboa.

A lista à Mesa Nacional do BE, que é liderada por Catarina Martins, vai apostar na continuidade, e possui poucas mudanças, sendo uma delas Manuel Grilo, vereador da Câmara de Lisboa.

Apesar de estarem três moções em discussão e votação na XI Convenção Nacional do BE, entraram apenas duas listas à Mesa Nacional – o órgão máximo do partido entre convenções – uma vez que a moção M decidiu não apresentar lista.

A lista da moção A, que reúne as principais tendências do partido, é liderada por Catarina Martins, seguindo-se o líder parlamentar do BE, Pedro Filipe Soares, e a eurodeputada do BE, Marisa Matias, os três proponentes do texto de orientação política intitulado “Um Bloco mais forte para mudar o país”.

Uma das novidades desta lista é o vereador do BE à Câmara de Lisboa, Manuel Grilo, que substituiu Ricardo Robles na autarquia depois da demissão na sequência da polémica com a venda de um imóvel.

Outro dos rostos novos é o médico Bruno Maia, um dos coordenadores do Movimento Cívico para a Despenalização da Morte Assistida.

Continuam na lista desta moção à Mesa Nacional os deputados Jorge Costa, José Manuel Pureza, José Soeiro, Mariana Mortágua, Joana Mortágua e o fundador do partido Luís Fazenda.

Ler mais
Recomendadas

Alberto João Jardim: “O nosso adversário foi número dois de Sócrates e chama-se António Costa”

O presidente honorário do PSD/Madeira afirmou este sábado, no congresso regional do partido, que o primeiro-ministro, António Costa, é o “adversário” da autonomia e aconselhou os dirigentes sociais-democratas a “internacionalizar” a questão.

Miguel Albuquerque rejeita “imposição colonial” de Lisboa

O líder social-democrata considerou que a sociedade madeirense está bipolarizada politicamente entre os “autonomistas” do PSD/M e os “feitores do colonialismo lisboeta, os socialistas e os comunistas locais subordinados às ordens do poder central jacobino”.

Cristas lamenta desinteresse de Costa por setor da saúde “em rutura”

A presidente do CDS-PP, Assunção cristas, lamentou hoje o desinteresse do chefe do Governo pelo setor da saúde, descrevendo-o como “em rutura” devido à “austeridade escondida”, numa conferência sobre o tema organizada pelo partido na sede de Lisboa.
Comentários