Berardo recebeu 48 milhões de euros em benefícios fiscais

O Expresso diz ainda que perdas com créditos do antigo BES foram assumidas pelo fundo de resolução.

O empresário Joe Berardo terá recebido 48 milhões de euros em benefícios fiscais em três anos, avança o Expresso.

O mesmo jornal refere ainda que empresas ligadas a Berardo terão ficado também isentes de pagar milhões ao fisco, enquanto que as perdas com créditos do antigo BES foram assumidas pelo fundo de resolução.

De referir que os créditos concedidos a partir de 2000, a Joe Berardo, estão a ser passados a pente fino pelo justiça, tal como tinha avançado o Jornal Económico. Em causa estão suspeitas de gestão danosa.

O empresário corre também o risco de perder as suas condecorações.

O BCP, Caixa Geral de Depósitos (CGD) e Novo Banco, como foi noticiado pelo Correio da Manhã, vão avançar com um processo em tribunal para tentar liquidar uma dívida de 980 milhões de euros.

O tribunal obrigou Berardo a assumir pessoalmente uma dívida à caixa de 6,6 milhões de euros, como tinha sido noticiado pelo Jornal Económico.

Ler mais
Relacionadas

Os ‘comendadores’ sem capital que tomaram o BCP

O chamado “grupo dos sete” – Manuel Fino, Bernardo Moniz da Maia, Vasco Pessanha, Joe Berardo, João Pereira Coutinho, Filipe de Botton e Diogo Vaz Guedes – apoiou o CEO Paulo Teixeira Pinto contra o histórico presidente do conselho geral e de supervisão, Jorge Jardim Gonçalves.

Inquérito à CGD: Ex-diretor de risco remete más decisões na Caixa para administrações

“A decisão, como já foi explicado, cabia e cabe sempre aos elementos da gestão, aos senhores administradores, que têm a responsabilidade e, portanto, também têm de ter o poder de decisão”, disse José Rui Gomes durante a sua audição na comissão parlamentar de inquérito recapitalização e gestão da CGD.

Afinal de quem são as dívidas? E os quadros? A resposta a estas e outras questões sobre a polémica Berardo

A prestação do empresário madeirense na Comissão Parlamentar de Inquérito à Caixa gerou mais polémica do que esclarecimentos. Confira alguns dos pontos essenciais do caso.
Recomendadas

Novo aeroporto do Montijo: Câmara da Moita dá parecer negativo ao Estudo de Impacte Ambiental

“O município da Moita fundamenta a sua oposição ao projeto num conjunto de impactes negativos no território, no ambiente, na saúde, na segurança pública e nos valores culturais e patrimoniais existentes”, afirmou a autarquia.

Uma caixa de preservativos custa 153 euros na Venezuela. Saúde pública está em causa

A crise económica e política que se sente no país de Maduro levou a uma escassez geral de produtos e, em circunstâncias favoráveis, alguns destes bens nunca se considerariam preciosos, como medicamentos, géneros alimentares e contracepção.

Qual o truque por trás da fortuna de 87,4 mil milhões de euros de Bill Gates?

Apesar de ter descido uma posição na lista dos multimilionários, a fortuna de Gates aumenta a cada minuto e o co-fundador da Microsoft permanece em modo de criação de riqueza.
Comentários