Binter cancelou voo para o Porto Santo mas seguiu para Canárias

Companhia alega condições climatéricas, mas não há registo de outros cancelamentos no Aeroporto da Madeira.

A companhia área espanhola Binter acaba de anunciar o cancelamento do voo da manhã para a ilha do Porto Santo.

Segundo fonte aeroportuária não há informações quanto ao voo da tarde cuja saída de Porto Santo estava prevista para as 17h30. A mesma fonte avança que não foram cancelados outros voos no Aeroporto da Madeira, inclusive a ligação da Binter para Canárias descolou às 12.30.

A falta de informação está a revoltar os passageiros que ficaram em terra. Recorde-se que, durante a manhã, alinha de apoio da Binter chegou a anunciar a saída para a Ilha Dourada às 12 horas, o que veio a não se concretizar.

Os cancelamentos que a companhia espanhola atribui às condições climatéricas levaram já a que Governo Regional tivesse endereçado, na passada quarta-feira, uma carta à direção comercial da Binter e ao ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, a solicitar explicações.

Na altura, o governante estranhou que o mesmo avião tenha assegurado a ligação para Canárias, situação que voltou hoje a se repetir.

Relacionadas

Voo da Binter volta a falhar ligação para o Porto Santo

Avião deveria ter aterrado às 7h55. Número de apoio da companhia aérea fala em condições meteorológicas, mas as restantes companhias estão a descolar.

Governo pede esclarecimentos à Binter e fala num “certo exagero do controle dos limites de vento”

Pedro Calado alerta para as consequências dos cancelamentos no turismo regional e lamenta que não haja da parte da ANAC “boa vontade” para corrigir e alterar os limites de vento.

Binter prevê retomar ligação para o Porto Santo às 12 horas

Passageiros estão retidos na ilha da Madeira desde as 7h30; Companhia justifica atraso com condições atmosféricas.
Recomendadas

Governo da Madeira atribui 452 mil euros à Ribeira Brava para apoio a reconstrução

A verba vai para apoio à reconstrução da rede de águas pluviais na Rua de São Bento e no Largo do Herédias.

Crescimento desordenado de camas na Madeira preocupa diretor executivo do Savoy

A preocupação foi manifestado durante o Fórum do Turismo um iniciativa que juntou investigadores e empresas ligadas à área turística.

Investigador defende adaptação do produto turístico da Madeira às necessidades dos turistas

O investigador do Centro de Investigação e Turismo falava sobre a quebra que tem existido nos principais mercados turísticos da Madeira. “Há razões para as quebras no mercado alemão, inglês e holandês como a falência de algumas companhias áreas “, referiu Élvio Camacho.
Comentários